Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
2

Artur Correia perde perna esquerda

Ex-jogador de Benfica e Sporting está a recuperar e começa a fazer fisioterapia em breve.
Pedro Carreira e Sérgio A. Vitorino 27 de Junho de 2015 às 20:14
Artur Correia, de 65 anos, mostrou-se confiante numa recuperação rápida
Artur Correia, de 65 anos, mostrou-se confiante numa recuperação rápida FOTO: Pedro Catarino
Artur Correia, antiga glória do futebol português na década de 70, viu ser-lhe amputada a perna esquerda na passada terça-feira.

‘Ruço’, como ficou conhecido pelos adeptos devido à cor do cabelo (era loiro), sofre de problemas circulatórios e foi confrontado com a hipótese de perder o membro inferior. Uma decisão difícil de tomar, mas que era irreversível. "Infelizmente, isto tinha mesmo de ser feito. Mas pelo menos agora já não tenho as dores fortes que tinha antes e isso deixa-me aliviado", disse o antigo futebolista no quarto de uma unidade hospitalar de Lisboa, em declarações prestadas em exclusivo ao Correio da Manhã.

Artur Correia, de 65 anos, que jogou no Benfica e no Sporting, está a reagir bem à intervenção cirúrgica e tem alta nos próximos dias. "Vou começar a fazer fisioterapia tão depressa quanto possível", acrescentou Artur, que se mostrou ainda confiante numa recuperação rápida.

Os problemas de saúde de Artur não são, de resto, de agora. Ainda enquanto jogador do Benfica, foi-lhe detetada uma pleurisia – inflamação na pleura (membrana que cobre os pulmões). Mais tarde, aos 30 anos, sofreu um AVC (acidente vascular cerebral) que lhe arruinou precocemente a carreira, quando já estava no New England Tea Men, da Liga norte-americana.

Na década de 70, Artur Correia era considerado um dos melhores laterais-direitos do futebol europeu, tendo somado um total de 35 internacionalizações pela seleção A de Portugal. Marcou um golo pela equipa das quinas.

Artur Correia benfica sporting atleta perna fisioterapia
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)