Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
3

Goleada na taça tira leão do túnel

Açorianos com entrada de leão em Alvalade chegaram a assustar.
Mário Figueiredo 18 de Novembro de 2016 às 01:45
Sporting, Praiense, Campeonato de Portugal, Taça de Portugal, Estádio José Alvalade, desporto, futebol
Sporting, Praiense, Campeonato de Portugal, Taça de Portugal, Estádio José Alvalade, desporto, futebol
Sporting, Praiense, Campeonato de Portugal, Taça de Portugal, Estádio José Alvalade, desporto, futebol
Sporting, Praiense, Campeonato de Portugal, Taça de Portugal, Estádio José Alvalade, desporto, futebol
Sporting, Praiense, Campeonato de Portugal, Taça de Portugal, Estádio José Alvalade, desporto, futebol
Sporting, Praiense, Campeonato de Portugal, Taça de Portugal, Estádio José Alvalade, desporto, futebol
Sporting, Praiense, Campeonato de Portugal, Taça de Portugal, Estádio José Alvalade, desporto, futebol
Sporting, Praiense, Campeonato de Portugal, Taça de Portugal, Estádio José Alvalade, desporto, futebol
Sporting, Praiense, Campeonato de Portugal, Taça de Portugal, Estádio José Alvalade, desporto, futebol
Sporting, Praiense, Campeonato de Portugal, Taça de Portugal, Estádio José Alvalade, desporto, futebol
Sporting, Praiense, Campeonato de Portugal, Taça de Portugal, Estádio José Alvalade, desporto, futebol
Sporting, Praiense, Campeonato de Portugal, Taça de Portugal, Estádio José Alvalade, desporto, futebol
Sporting, Praiense, Campeonato de Portugal, Taça de Portugal, Estádio José Alvalade, desporto, futebol
Sporting, Praiense, Campeonato de Portugal, Taça de Portugal, Estádio José Alvalade, desporto, futebol
Sporting, Praiense, Campeonato de Portugal, Taça de Portugal, Estádio José Alvalade, desporto, futebol
Sporting, Praiense, Campeonato de Portugal, Taça de Portugal, Estádio José Alvalade, desporto, futebol
Sporting, Praiense, Campeonato de Portugal, Taça de Portugal, Estádio José Alvalade, desporto, futebol
Sporting, Praiense, Campeonato de Portugal, Taça de Portugal, Estádio José Alvalade, desporto, futebol
Sporting, Praiense, Campeonato de Portugal, Taça de Portugal, Estádio José Alvalade, desporto, futebol
Sporting, Praiense, Campeonato de Portugal, Taça de Portugal, Estádio José Alvalade, desporto, futebol
Sporting, Praiense, Campeonato de Portugal, Taça de Portugal, Estádio José Alvalade, desporto, futebol
Sporting, Praiense, Campeonato de Portugal, Taça de Portugal, Estádio José Alvalade, desporto, futebol
Sporting, Praiense, Campeonato de Portugal, Taça de Portugal, Estádio José Alvalade, desporto, futebol
Sporting, Praiense, Campeonato de Portugal, Taça de Portugal, Estádio José Alvalade, desporto, futebol
Sporting, Praiense, Campeonato de Portugal, Taça de Portugal, Estádio José Alvalade, desporto, futebol
Sporting, Praiense, Campeonato de Portugal, Taça de Portugal, Estádio José Alvalade, desporto, futebol
Sporting, Praiense, Campeonato de Portugal, Taça de Portugal, Estádio José Alvalade, desporto, futebol
O Sporting goleou esta quinta-feira o Praiense (5-1) e garantiu a continuidade na Taça de Portugal, num jogo em que até foi surpreendido pelo golo madrugador (2’) da formação açoriana que alinha no Campeonato de Portugal.

Numa semana marcada pelo vídeo dos incidentes do túnel de Alvalade, Jesus apostou numa equipa com jogadores menos utilizados. Só Adrien e Bruno César permaneceram entre os habituais titulares. A falta de ritmo de alguns, nomeadamente de Jefferson, foi decisiva para o golo do Praiense.

Numa reposição de bola do guarda-redes, o lateral-esquerdo hesitou e Filipe Andrade fez um bonito golo. O leão ficou sentido e acordou. Alan Ruiz ainda atirou ao poste, Matheus viu um golo bem anulado por fora de jogo de Castaignos e ainda ficou por assinalar um penálti sobre Douglas. O empate lá surgiu pela cabeça de Paulo Oliveira.

Na segunda metade, sob a batuta de Bruno César, os leões fizeram mais quatro golos. Adrien fez o 2-1 num penálti a castigar falta sobre Bruno César. No 3-1, foi a vez de Adrien servir o brasileiro.

Castaignos continuava a falhar e a jogar sem convicção. Jesus fez entrar André, que viria a bisar. Dois golos oferecidos pelo inevitável Bruno César, que ainda tentou um golo de chapéu com a bola a bater na trave. O leão respira saúde, apesar do ‘fumo no túnel’.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)