Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

Guarda-redes de Espanha De Gea sob pressão

Só os três golos de Ronaldo evitam que o guarda-redes da ‘Roja’ seja eleito bode expiatório do empate no jogo com Portugal.
Mário Pereira 17 de Junho de 2018 às 01:30
De Gea foi mal batido no segundo golo de Cristiano Ronaldo
De Gea em ação no Portugal-Espanha
De Gea em ação no Portugal-Espanha
De Gea em ação no Portugal-Espanha
De Gea foi mal batido no segundo golo de Cristiano Ronaldo
De Gea em ação no Portugal-Espanha
De Gea em ação no Portugal-Espanha
De Gea em ação no Portugal-Espanha
De Gea foi mal batido no segundo golo de Cristiano Ronaldo
De Gea em ação no Portugal-Espanha
De Gea em ação no Portugal-Espanha
De Gea em ação no Portugal-Espanha
Só mesmo os três golos de Cristiano Ronaldo impediram que os espanhóis tivessem feito de De Gea o bode expiatório do empate 3-3 que impediu a ‘Roja’, assumida candidata ao título, de iniciar o Mundial com uma vitória. CR7 foi universalmente considerado o maior responsável pelo facto, mas ainda assim os dedos acusatórios não deixaram de se levantar na direção do guarda-redes do Manchester United. Cuja presença na baliza espanhola não é absolutamente consensual no país de Iker Casillas.

A ‘Marca’ faz mesmo a primeira página com uma fotografia do momento em que De Gea deixa escapar a bola para dentro da baliza, no momento do segundo golo de Ronaldo, isto depois de parecer ter o lance controlado. O guarda-redes, que tem uma relação muito fria com a imprensa desde que em 2016 esteve envolvido num caso de alegado assédio sexual, decidiu dar a cara logo após o final do jogo com Portugal. Minimizou a falha, garantiu não ter ficado afetado e foi mais longe: "Não matei ninguém", justificou-se, e diz estar pronto para o jogo com o Irão.

Quem o conhece de perto garante que De Gea é muito tranquilo e autoconfiante. Certo é que em Espanha se questiona a sua titularidade, mesmo tendo em conta que o selecionador Hierro o defendeu.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)