Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
6

Jonas fora do ataque à Champions

Avançado não foi à Turquia por opção de Rui Vitória, um dia depois de assumir que vai renovar com o clube da Luz.
13 de Agosto de 2018 às 01:30
Pizzi, autor de três golos frente ao V. Guimarães na passada sexta-feira, e Castillo, ontem à partida para a Turquia, no aeroporto de Lisboa
Jonas
Jonas
Jonas
Pizzi, autor de três golos frente ao V. Guimarães na passada sexta-feira, e Castillo, ontem à partida para a Turquia, no aeroporto de Lisboa
Jonas
Jonas
Jonas
Pizzi, autor de três golos frente ao V. Guimarães na passada sexta-feira, e Castillo, ontem à partida para a Turquia, no aeroporto de Lisboa
Jonas
Jonas
Jonas
Jonas ficou em Lisboa por opção de Rui Vitória. A novela da renovação terminou, mas o treinador do Benfica entende que o jogo de terça-feira com o Fenerbahçe, em Istambul, relativo à 2ª mão da 3ª pré-eliminatória da Liga dos Campeões, não é o cenário ideal para o regresso do goleador, apurou o CM. Rui Vitória decidiu não convocar o avançado pois acha que este não reúne ainda as condições ideais, tendo em conta o contexto dos últimos tempos.

O caso da renovação arrastou--se semanas com avanços e recuos. Mas nos próximos dias será oficializado. Jonas ficará vinculado ao Benfica até 2020 e passa a ser o jogador mais bem pago do plantel, com 2,3 milhões de euros líquidos por ano, ultrapassando o reforço Facundo Ferreyra.
Este assunto está fechado, mas Rui Vitória prefere esperar mais tempo para resguardar o goleador, apesar da impaciência dos adeptos que desejam o regresso do Pistolas aos golos. O CM sabe que o avançado já deverá ser opção na próxima jornada da Liga, com o Boavista (sábado próximo). A pressão aí, será menor para o jogador brasileiro.

A cervicalgia (lesão nas nas costas) também não ajuda, mas o CM sabe que esse não é o principal motivo para Jonas não fazer parte dos convocados.

A viagem foi feita este domingo e Krovinovic e Ebuehi ficaram a Lisboa, por lesão. O treinador chamou vinte e um jogadores para o encontro que vale o acesso ao play-off da Liga dos Campeões. O Benfica tem a vantagem de 1-–0, alcançada na Luz, mas os turcos apostam em criar um autêntico inferno à equipa portuguesa, através de uma fervorosa massa adepta que vai lotar os cerca de cinquenta mil lugares do estádio Sukru Saracoglu.

A temperatura vai subir em Istambul e ultrapassar largamente os 25 graus previstos para terça-feira, às 21 horas locais (menos 2 em Portugal), quando o árbitro apitar para o início do jogo que pode reforçar a ambição das águias de ultrapassar mais um obstáculo rumo aos 41 milhões de euros que vale a entrada na fase de grupos da Champions.

Vieira recupera 
Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica, continua a recuperar da indisposição que o forçou a um internamento hospitalar na passada quinta-feira. O dirigente das águias fez uma cura de sono para repouso total, disse uma fonte ao CM.

PORMENORES
Adversários do play-off
A equipa do Benfica tenta esta segunda-feira garantir a qualificação para o play-off da Liga dos Campeões, sendo que se chegar a essa fase já sabe que aí vai encontrar o vencedor do encontro entre o PAOK e o Spartak de Moscovo. Os gregos estão em vantagem por 3-2 e o segundo jogo tem lugar esta terça-feira.

Na luta por 41 milhões
Caso consiga ultrapassar a terceira pré-eliminatória e depois o play-off da Champions, o Benfica garante um encaixe imediato na ordem do 41 milhões de euros. A verba resulta da soma do valor fixo de 15 milhões mais cerca de 26 milhões garantidos pela posição das águias no ranking dos clubes participantes da chamada liga milionária.

Árbitro esloveno
O jogo de amanhã entre o Benfica e o Fenerbahçe, que tem início marcado para as 19h00 portuguesas, terá como árbitro o esloveno Slavko Vincic. Nunca dirigiu jogos dos encarnados mas foi o juiz de campo do encontro Mónaco-FC Porto (0-3) referente à fase de grupos da Champions da última época.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)