Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
4

Jorge Jesus impõe hotel no Qatar para o Campeonato do Mundo

Técnico repetiu a cadeia hoteleira da Taça Libertadores.
Pedro Neves de Sousa 14 de Dezembro de 2019 às 01:30
Grand Hyatt, em Doha, é um hotel cinco estrelas com todas as comodidades e vista panorâmica para o Golfo Árabe
Grand Hyatt, em Doha, é um hotel cinco estrelas com todas as comodidades e vista panorâmica para o Golfo Árabe FOTO: Direitos Reservados
Jorge Jesus decidiu utilizar a máxima do futebol ‘em equipa que ganha não se mexe’ e adaptou-a ao local onde a comitiva do Flamengo vai ficar instalada no Qatar durante o Mundial de Clubes. O treinador português entende que em hotel que ganha não se deve mexer, apurou o CM.

O clube brasileiro vai repetir em Doha a cadeia hoteleira de Lima, no Peru, onde venceu a Taça Libertadores, frente ao River Plate. A superstição é, para o técnico, um sinal de que está perto de fechar o ano com chave de ouro.

O Flamengo respondeu às exigências, com a equipa a ficar instalada no Grand Hyatt. Luxo e privacidade estão garantidos num cinco estrelas com vista panorâmica para o Golfo Árabe. Tem praia privada, jardim, piscinas e ginásio. Os quartos, bem equipados, custam, no mínimo, 300 euros por dia. Dez quilómetros separam o hotel do centro de treinos do Al-Duhail, clube local.

Apesar das 15 horas de voo entre Rio de Janeiro e Doha, a equipa chega hoje descansada e pronta para conquistar a prova. "Sempre Flamengo! Vencer, vencer, vencer" é o mote que rege os cariocas, confidenciou o técnico ao CM. Daí todos os cuidados no planeamento da operação.

A equipa viajou num dos aviões mais modernos do Mundo, o Boeing 777 da Qatar Airways, em que a pressão no interior é equivalente a uma altitude mais baixa, para evitar dores de cabeça e tonturas. Ao contrário do previsto, Jorge Jesus anulou o treino de hoje, para a comitiva assistir ao jogo entre a sua ex-equipa, o Al-Hilal, e o Espérance Tunis, da Tunísia. O vencedor defrontará o Flamengo.

Jorge Jesus volta no Natal com o futuro definido
Jorge Jesus regressa a Portugal no dia 24, véspera de Natal, já com o futuro definido. Ao que o CM apurou, o treinador português aceita continuar no Flamengo, mas exige alterações no contrato: aumento salarial e dos prémios por objetivos; e cláusulas que lhe permitam sair, em maio de 2020, para um grande europeu em que possa lutar pela Champions, até porque sabe do interesse do Real Madrid. As reuniões com a direção do Flamengo apontam para a continuidade do técnico após o Mundial de Clubes.
Qatar Jorge Jesus Flamengo Mundo desporto futebol eventos desportivos campeonato do mundo
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)