Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
3

Jorge Jesus: “Nélson Oliveira pediu-me para ficar”

Treinador dos encarnados revela também que, voltando atrás, não venderia Di Maria.
11 de Outubro de 2014 às 18:28
Jorge Jesus, treinador do Benfica
Jorge Jesus, treinador do Benfica FOTO: Kevin Kurek/EPA

Jorge Jesus, em entrevista ao jornal Record, admitiu que o futebolista Nélson Oliveira pediu-lhe para que pudesse continuar a treinar sob as suas ordens no clube da Luz.

"Não há muitos avançados em Portugal para a seleção. O Nélson é dos poucos que está numa idade em que pode projetar-se. Saiu das minhas mãos há três anos e... fez um mea culpa. Pediu-me por tudo para trabalhar comigo este ano, para continuar a ajudá-lo no crescimento", revelou Jesus ao Record.

O técnico do clube da Luz referiu ainda que há muita competição na frente de ataque do Benfica e que o jovem português terá de se esforçar para ter um lugar na equipa.

"Tenho Derley, Lima, Jonas, Franco (Jara) e também ele para lutar, normalmente, por dois lugares. Três ficam à espera, mas há muita competição, muitas provas, e o Benfica vai precisar de todos os jogadores, como aconteceu no ano passado. Ele já esteve no banco, foi um bom sinal e de certeza que este ano fará jogos no Benfica", afirmou.

Questionado também sobre um jogador que não sairia, de entre tantos que foram vendidos na 'era' Jorge Jesus, o técnico respondeu ao Record: "Aquele que é mais difícil reunir características como a técnica, velocidade, o facto de ser um miúdo espetacular no dia a dia a trabalhar... se calhar vou ser injusto, mas digo o Di María."

benfica jesus nelson oliveira luz encarnados jorge jesus
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)