Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
6

Júlio Mendes defende técnico na polémica com Xistra

Líder vimaranense quer introdução de novas tecnologias.
5 de Janeiro de 2016 às 14:56
Júlio Mendes, presidente do Vitória de Guimarães
Júlio Mendes, presidente do Vitória de Guimarães FOTO: Luís Vieira
O presidente do Vitória de Guimarães defendeu esta terça-feira Sérgio Conceição, após as queixas do técnico na derrota com o Benfica (1-0), da 15.ª jornada da I Liga de futebol, pelos alegados insultos que o árbitro Carlos Xistra lhe dirigiu.

Júlio Mendes disse respeitar o trabalho dos árbitros, mesmo quando não "conseguem estar à altura do exigível", e admitiu que o juiz de Castelo Branco pode ter tido "um dia infeliz", não tendo esclarecido se vai avançar com uma queixa.

"Todos nós estamos sujeitos a ter um dia que nos corre menos bem. As regras existem. Sabemos que as instâncias disciplinares podem abrir processos para averiguar o que se passou", constatou o responsável vimaranense, recusando comentar as imagens do incidente entre Xistra e Conceição.

Logo após o encontro de sábado, o treinador acusou o árbitro de o ter insultado e esta terça-feira o presidente do Vitória de Guimarães elogiou a postura do técnico e disse ter sentido necessidade de o defender para não correr "o risco de que se começasse a passar uma mensagem que distorceria o que aconteceu".

"Vão continuar a ver o Sérgio Conceição com a mesma postura. É um profissional e fá-lo de forma apaixonada, mas não vamos vê-lo a insultar ninguém. Nós gostamos que ele viva o jogo com intensidade", adiantou, realçando que o treinador "convive muito mal com o insucesso".

Novas tecnologias
Ainda sobre a questão da arbitragem, o presidente vitoriano defendeu a inclusão das novas tecnologias, que, do seu ponto de vista, são ferramentas importantes no auxílio do trabalho dos árbitros.

"Tudo o que puder ser feito no futebol, nomeadamente na arbitragem, para retirar o clima de suspeição, deveria ser feito. Quem teria mais a ganhar com isso, seriam os árbitros. Seria benéfico para o futebol português", considerou, lembrando dois golos não validados ao Vitória, nesta época, por não existir tecnologia na linha de baliza.

Júlio Mendes aproveitou ainda para antever o dérbi concelhio de quarta-feira, com o Moreirense, dizendo que será "um jogo difícil", em que "cada um dos clubes vai fazer o que puder para vencer o jogo", com dois bons treinadores em confronto.

"Não esperamos vida fácil, porque estamos numa competição que se quer íntegra. Vamos fazer aquilo que nos caracteriza num campo difícil, com uma equipa orientada por excelente treinador. O Vitória também está a ser orientado por um treinador jovem, que é, para mim, um dos melhores treinadores portugueses da atualidade", antecipou.

Confrontado com algumas notícias que dão conta do regresso de Otávio, emprestado pelo FC Porto ao Vitória, ao clube de origem em janeiro, o dirigente admitiu que tal é uma possibilidade, informando que "o contrato de empréstimo prevê precisamente isso".
Vitória de Guimarães Júlio Mendes Sérgio Conceição polémica Carlos Xistra desporto futebol
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)