Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
2

Leão afia garras para segurar a Champions

Açorianos cometeram muitas falhas e ajudaram o leão a pressionar o FC Porto (2.º) e o Sp. Braga (3.º).
Mário Figueiredo 2 de Abril de 2023 às 01:30
Sportinguista Trincão enfrenta a oposição de Kento Misao
Sportinguista Trincão enfrenta a oposição de Kento Misao FOTO: Paulo Calado
Uma entrada de rompante permitiu este sábado ao Sporting construir um triunfo fácil sobre o Santa Clara (3-0), com dois golos nos primeiros 22 minutos, lançando assim o seu ataque aos lugares de acesso (2.º e 3.º) à Liga dos Campeões da próxima época.

Frente ao cada vez mais último classificado da Liga, Rúben Amorim fez descansar Coates, Morita e St. Juste. Arthur foi o lateral-direito e Pote fez dupla com Ugarte no miolo. E o Sporting entrou com tudo. A equipa mostrou pressa em resolver a partida. A desorientação e os erros sucessivos do Santa Clara ajudaram, mas houve mérito na forma como a equipa leonina pressionou alto e foi rápida na reação à perda de bola. A primeira parte foi de sentido único. Paulinho fez o 1-0 com um golpe de cabeça, após um livre de Pote. E não foi preciso esperar muito pelo segundo. Edwards recuperou uma bola no meio-campo e lançou Trincão, que marcou após um remate cruzado. Era tudo muito fácil.

Entraram duas bolas, mas podiam ter sido cinco ou seis, tal os falhanços de Edwards e Paulinho quando seguiam isolados. Gonçalo Inácio ainda cabeceou à trave.

Na segunda metade, continuou o massacre leonino. Edwards deu o mote. Falhou à primeira, mas na segunda ocasião atirou uma bomba indefensável. Com o jogo totalmente controlado, Amorim até colocou em campo Neto, que não jogava desde setembro. O melhor que os açorianos fizeram foi um remate de Andrezinho ao poste já nos descontos. Triunfo incontestável.

Positivo
Entrada de leão... Paulinho
O Sporting entrou forte e apontou dois golos até aos 22 minutos e até podia ter feito mais. Mérito para Paulinho, que marcou na primeira ocasião que teve no jogo. Marca há três rondas consecutivas.

Negativo
Santa Clara desorientado
O lanterna-vermelha está desorientado e isso só precipita as dificuldades. Fraco a defender e sem capacidade ofensiva. Todos reclamam e ninguém tem razão... A descida de divisão está no horizonte.

Arbitragem
Jogo sem casos
Num jogo de sentido único e sem casos, André Narciso teve uma noite tranquila. Não houve casos de maior, nem foi preciso recorrer ao videoárbitro.

Varandas perde recurso por ofensa a Pinto da Costa 
Frederico Varandas perdeu o recurso no Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) por chamar "corruptor ativo" a Jorge Nuno Pinto da Costa. O presidente do Sporting tinha sido suspenso em agosto por 70 dias e recorreu desse castigo, mas a decisão do TAD foi-lhe desfavorável. Vai cumprir o castigo e pagar uma multa de 5819 euros. "Não é preciso a Justiça para sabermos que Pinto da Costa é um corruptor ativo", disse na altura Varandas sobre o presidente do FC Porto.

"Voltámos ao caminho normal"
"Entrámos bem, não deixámos o Santa Clara ter bola. Fomos criando oportunidades e depois dos dois primeiros golos foi um jogo tranquilo, baixámos um pouco o ritmo", afirmou este sábado Rúben Amorim, satisfeito por a equipa ter mantido a baliza a zeros: "Mais uma vez não sofremos golos, voltámos ao caminho normal do que sempre fomos."
Ver comentários
C-Studio