Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

Leão perde primeiros pontos no campeonato

Equipa de Jorge Jesus abordou mal o jogo.
Mário Pereira 24 de Setembro de 2017 às 10:00
Fábio Coentrão
Fábio Coentrão
Jorge Jesus
Fábio Coentrão
Fábio Coentrão
Jorge Jesus
Fábio Coentrão
Fábio Coentrão
Jorge Jesus
À sétima jornada, o Sporting tropeçou. Em Moreira de Cónegos perdeu pontos pela primeira vez nesta Liga e deixou o FC Porto isolado no comando da classificação. 

Num jogo muito físico, a equipa leonina não fez uma boa abordagem à partida. Entrou sobranceira, acreditou que não seria preciso vestir o fato-macaco, deixou o adversário tomar-lhe o pulso e perceber que não estava forte e, talvez o pior de tudo, não conseguiu adaptar-se a um relvado em muito mau estado, que obrigava a outro tipo de opções no processo de construção.

É difícil dizer se o jogo com o Barcelona, a realizar na próxima quarta-feira, teve influência no subconsciente dos jogadores leoninos. Mas se não teve, estes disfarçaram muito mal. Os primeiros vinte minutos mostraram uma equipa apática, passiva, a entregar-se ao que o jogo dava. Por entre um futebol arrastado e até empastelado viu-se então o Moreirense a revelar grande atitude e a criar situações de grande perigo para a baliza de Rui Patrício, que teve de se aplicar a fundo para evitar o golo mais cedo. A meio da primeira metade, o Sporting melhorou um pouco. Mas foi mesmo só um pouco. Só William parecia ter botas de todo o terreno em contraponto com os sapatos de verniz de outros.

Antes do intervalo, o Moreirense chegou ao golo num lance em que a defesa do Sporting estava completamente desequilibrada. Mérito para o remate, em grande estilo e muito bem colocado, de Rafael Costa.

Na segunda parte, Doumbia surgiu no lugar do inoperante Alan Ruiz (erro de casting num terreno assim). O Sporting teve mais presença na área contrária, foi mais prático e mais rápido a fazer chegar a bola à frente, emparedou finalmente o seu adversário. Conseguiu o empate. Tentou forçar o 2-1. Correu os riscos que tinha de correr, com o adiantamento da equipa.

Mas a reação foi tardia. Quando o leão percebeu como deveria ter jogado de início, deixou de ter tempo para o fazer.

"Equipa de duas partes distintas" 
"Fomos uma equipa com duas partes distintas: na primeira parte jogámos q.b. à espera que o golo aparecesse. Depois tivemos uma segunda parte com poder, alma e crença, em que tivemos de tentar não perder e em que houve várias hipóteses de fazer o 2-1. Podíamos ter marcado mais mas isso não é importante agora, pois não ganhámos. Também temos de dar mérito ao Moreirense, que soube defender", disse Jorge Jesus, que ontem em Moreira de Cónegos empatou diante do Moreirense.

O técnico do Sporting culpabilizou o rendimento de alguns jogadores depois da perda dos primeiros pontos para o campeonato: "Houve jogadores que não estiveram ao seu nível, o que fez com que a equipa não rendesse."
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)