Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

Leão trava poderoso Arsenal

A equipa orientada por Tiago Fernandes passou o tempo quase todo a defender.
Octávio Lopes e Pedro Neves de Sousa 9 de Novembro de 2018 às 01:30
 As melhores imagens do Arsenal - Sporting
 As melhores imagens do Arsenal - Sporting
 As melhores imagens do Arsenal - Sporting
As melhores imagens do Arsenal - Sporting
 As melhores imagens do Arsenal - Sporting
 As melhores imagens do Arsenal - Sporting
 As melhores imagens do Arsenal - Sporting
 As melhores imagens do Arsenal - Sporting
As melhores imagens do Arsenal - Sporting
 As melhores imagens do Arsenal - Sporting
 As melhores imagens do Arsenal - Sporting
 As melhores imagens do Arsenal - Sporting
 As melhores imagens do Arsenal - Sporting
As melhores imagens do Arsenal - Sporting
 As melhores imagens do Arsenal - Sporting
O Sporting empatou (0-0) esta quinta-feira em Inglaterra, diante do poderoso Arsenal, num jogo em que passou o tempo quase todo a defender com inteligência. Ao ponto de Renan não ter feito uma única defesa complicada, embora tivesse visto Mathieu e Coates safarem uma bola sobre a linha fatal e um remate de Aubameyang a esbarrar na barra. Foram estes, aliás, os únicos lances de verdadeiro perigo causado pelos ingleses.

A primeira parte começou com os ‘gunners’ a terem bola, sobretudo no meio-campo, perante um Sporting encolhido e a ver jogar. Mas a imaginação dos ingleses era pouca, pelo que só tiveram uma oportunidade de golo. O lance aconteceu no minuto 17: Guendouzi, na direita, centrou para Welbeck; perto da linha de golo, Mathieu evitou que o avançado faturasse, mas a bola só não entrou porque Coates estava por perto e evitou que entrasse na baliza.

O Sporting respondeu logo, num ataque rápido, com um remate, fora da área, de Gudelj, por cima da barra. A partir deste lance, o Arsenal subiu linhas - os dois pivôs defensivos, Guendouzi e Ramsey, instalaram-se no meio-campo verde-e-branco - e impediu que a equipa leonina tivesse tempo para respirar. Sucederam-se os centros, todos inofensivos.

Após o intervalo, o Arsenal entrou com o gás no máximo e esteve perto de marcar, logo aos 46’: Mkthitarian centrou, na direita; Aubameyang ganhou a frente a Coates e atirou à barra. O leão respondeu com um centro bem medido de Miguel Luís para Diaby, na área, estourar contra Sokratis. Seguiu-se novo período de domínio do Arsenal, sem criar perigo.

No minuto 58, Nani correu mais de 50 metros e foi à linha de fundo centrar para Montero. Valeu aos ingleses a saída oportuna de Cech. Na última meia hora mandaram os ‘gunners’, embora com os leões sempre à espreita do contra-golpe.

A bola entrou várias vezes na área leonina, mas Coates e Mathieu cortaram tudo. Perto do final, uma asneira de Bruno Fernandes isolou Aubameyang. Mathieu apercebeu-se do perigo e fez uma utilíssima falta em cima da linha de área, em posição frontal, que lhe valeu o vermelho. Do livre nada resultou e o Sporting somou um ponto no complicado recinto do Arsenal.

"Em termos gerais, foi positivo"
"Os jogadores interpretaram a estratégia na perfeição. Tivemos de ser rigorosos porque sabíamos da qualidade do Arsenal. Fomos fiéis a nós próprios, agressivos e competitivos. Podíamos ter sido mais objetivos quando tínhamos a bola. Em termos gerais, foi positivo", disse Tiago Fernandes, que comandou o Sporting no empate frente ao Arsenal.

O técnico interino garantiu que vai orientar a equipa até ao jogo com o D. Chaves, para a Liga. "Já são muitas horas a trabalhar em prol desta equipa e deste clube. Vou estar à frente do Sporting até ao jogo com o D. Chaves."

Tiago Fernandes não ficou indiferente à estreia de Miguel Luís a titular. "Já o tinha lançado nos Açores. Para mim não foi surpresa e ele cumpriu o que lhe pedi, assim como todos os outros cumpriram. A qualidade dos jogadores mais velhos do plantel também ajuda os mais novos com valor a integrarem--se. Aqui temos o ADN da formação", concluiu.

Sporting confirma Marcel Keizer
O Sporting confirmou esta quinta-feira a contratação de Marcel Keizer por duas épocas e meia, em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM). A SAD leonina informa ainda que o contrato de trabalho que será celebrado com o técnico holandês é válido a partir de 12 de novembro de 2018 e até 30 de junho de 2021.

Perto do apuramento
O Sporting pode assegurar já na próxima ronda o apuramento. Isso acontece se ganhar no terreno do Qarabag. Se empatar, também segue em frente desde que o Poltava não vença o Arsenal. A formação londrina já está apurada para a fase seguinte.

ANÁLISES
Tiago Fernandes
O treinador interino do Sporting conseguiu armar uma equipa que apostou na defesa para contrariar o natural favoritismo do Arsenal. O que se viu foi um conjunto solidário, que não deu uma bola por perdida e, sobretudo, muito concentrado.

Bruno Fernandes
Como é possível que um internacional português de inegável qualidade tenha quase deitado a perder o esforço de mais 13 colegas com um passe despropositado que colocou Aubameyang na cara de Renan? Valeu o salvador Mathieu.

Trabalho aceitável
O lituano Gediminas Mazeika seguiu o jogo de muito perto. Na 1ª parte errou na apreciação de alguns encostos que eram falta e não marcou. Após o intervalo melhorou e puniu tudo o que devia ser punido. Só errou num canto contra o Sporting, que não o foi.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)