Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

Luís Gonçalves debaixo de fogo no FC Porto

Demora nas contratações e negociações falhadas geram preocupação no seio portista.
Mário Figueiredo 27 de Junho de 2019 às 08:26
Pinto da Costa está desgostoso com as indefinições nas contratações que estão a cargo de Luís Gonçalves
Pinto da Costa e Luís Gonçalves
Pinto da Costa e Luís Gonçalves
Pinto da Costa
Pinto da Costa está desgostoso com as indefinições nas contratações que estão a cargo de Luís Gonçalves
Pinto da Costa e Luís Gonçalves
Pinto da Costa e Luís Gonçalves
Pinto da Costa
Pinto da Costa está desgostoso com as indefinições nas contratações que estão a cargo de Luís Gonçalves
Pinto da Costa e Luís Gonçalves
Pinto da Costa e Luís Gonçalves
Pinto da Costa
Luís Gonçalves está debaixo de fogo no FC Porto depois de abortada a contratação de Bruma.

As negociações com o internacional português e o seu empresário, Catió Baldé, foram conduzidas pelo diretor-geral do futebol dos dragões.

Na quarta-feira à tarde ficaram praticamente fechadas. Só faltava a assinatura do contrato. Uma hesitação de Luís Gonçalves que custou caro ao FC Porto.

Isto porque, na quarta-feira à noite, dois dirigentes do PSV Eindhoven fizeram uma viagem-relâmpago da Holanda a Lisboa. Reuniram-se com Bruma num hotel e colocaram na mesa uma proposta superior à dos portistas, que foi prontamente aceite.

O RB Leipzig, clube a que está vinculado Bruma, vai receber 15 milhões de euros, verba que os dragões também se dispuseram a pagar.

O CM sabe que Sérgio Conceição está apreensivo e preocupado com a indefinição do plantel que vai ter à sua disposição na nova época.

É que, em agosto, o FC Porto tem de disputar o acesso (pré-eliminatória e, caso vença, o play-off) aos mais de 40 milhões de prémio pela presença na fase de grupos da Liga dos Campeões e o defeso está praticamente a acabar sem terem sido contratados os reforços que o técnico indicou à estrutura do futebol azul-e-branco, que é liderada por Luís Gonçalves, sob a supervisão de Pinto da Costa.

Bruma vai ganhar 3 milhões
Bruma viajou esta quarta-feira para a Holanda para assinar contrato com o PSV (cinco épocas), acompanhado pelo agente Catió Baldé e pelo advogado Bebiano Gomes.

Segundo o CM apurou, os dragões desconfiam que o clube foi usado por Catió Baldé para os holandeses subirem a proposta salarial ao jogador, que vai ganhar mais de três milhões de euros por ano.

Ao CM, Baldé recusou falar em "dinheiro". "Foi Bruma que escolheu o PSV. Quis continuar a carreira no estrangeiro", acrescentou.
FC Porto Luís Gonçalves Holanda Bruma PSV Eindhoven Baldé desporto futebol Sporting
Ver comentários