Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
2

Jardel suspenso do cargo de deputado

Antigo jogador suspeito de corrupção.
30 de Novembro de 2015 às 15:35
O ex-futebolista Mário Jardel
O ex-futebolista Mário Jardel FOTO: Paulo Calado

O ex-futebolista Mário Jardel, que passou por FC Porto e Sporting, vai ser suspenso das funções de deputado estadual do Rio Grande do Sul, Brasil, no âmbito de uma investigação judiciária, que o relaciona com casos de corrupção.

O caso, tornado público na página oficial do Ministério Público daquele estado brasileiro, refere que, por determinação do Tribunal de Justiça, foi entregue ao presidente da Assembleia Legislativa (AL) estadual um pedido de "suspensão do exercício da função pública contra o deputado Mário Jardel Almeida Ribeiro".

Segundo o jornal Estadão, a suspensão tem a validade de 180 dias e, segundo a nota do MP, o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) está a cumprir mandados de busca e apreensão no gabinete de Jardel na AL e nas residências do antigo goleador, da mãe, do irmão, do seu chefe de gabinete, António Foresta e de duas "assessoras-fantasma".

Segundo os investigadores, concluiu-se pela existência de "uma estrutura criminosa instalada na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul", com Mário Jardel "como principal beneficiário" e o advogado Christian Vontobel Miller, associado ao ex-futebolista, "como mentor de uma série de fraudes e falsidades contra a administração pública".

A nota policial dá conta de crimes como lavagem de dinheiro, com o envolvimento de António Foresta, que arrecadava os valores exigidos aos demais funcionários do gabinete, da liderança ou da bancada do partido pelo qual Jardel foi eleito.

Durante as investigações "foram detetadas diversas diárias de viagens e indemnizações irregulares por utilização de veículos", nomeadamente pela mãe do deputado, familiares e assessores.

Ver comentários