Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

Mulheres tramam jogadores do FC Porto em 'fiesta' latina

Uribe, Marchesín, Luis Díaz e Saravia confrontados por Pinto da Costa e Conceição, nem puderam justificar-se.
Mário Figueiredo 11 de Novembro de 2019 às 08:54
Cindy Álvarez García festejou os seus 30 anos rodeada de amigas
Cindy Álvarez García festejou os seus 30 anos com o marido, Uribe
Bolo de aniversário foi um  dos mimos reservados a Cindy
Cindy Álvarez García festejou os seus 30 anos rodeada de amigas
Cindy Álvarez García festejou os seus 30 anos com o marido, Uribe
Bolo de aniversário foi um  dos mimos reservados a Cindy
Cindy Álvarez García festejou os seus 30 anos rodeada de amigas
Cindy Álvarez García festejou os seus 30 anos com o marido, Uribe
Bolo de aniversário foi um  dos mimos reservados a Cindy
Uribe, Marchesín, Luís Díaz e Saravia estão sob a alçada disciplinar do FC Porto, depois de terem participado na festa do 30º aniversário da esposa do primeiro, realizada na sexta-feira. Foi precisamente a aniversariante, a modelo Cindy Álvarez Garcia, quem causou este problema, ao publicar um vídeo da festa na net já fora de horas.

As imagens caíram como uma bomba nas redes sociais. Tornaram-se virais e agitaram os fóruns do FC Porto. Mais tarde foram apagadas. Mas os adeptos não calaram a sua revolta e perante os factos, Pinto da Costa e Sérgio Conceição viram-se obrigados a castigar o quarteto.

Segundo o CM apurou, os jogadores foram informados da dispensa do encontro (de ontem) no Bessa no sábado à tarde. Foram chamados perante o grupo, na concentração para o jogo com o Boavista, e confrontados com a festa e o vídeo. O CM sabe que não tiveram hipóteses de se justificarem. Ouviram e calaram.

Segundo o CM apurou, os jogadores nunca tiveram a noção de estarem a infringir o regulamento interno do clube. O recolher obrigatório é às 23h00, mas na véspera de folgas é à meia-noite. Além disso, a presença de Miguel Pinho, empresário próximo da SAD portista, deu a ideia aos jogadores de que a festa estava autorizada. Os atletas estavam na companhia das esposas, dos filhos e alguns até os pais levaram. Ninguém estava bêbado. Aliás, o guarda-redes Marchesín nem bebe álcool. Saiu à 01h00 e foi para casa, que fica ao lado da de Uribe. Saravia saiu às 02h00 e Luis Díaz ficou até quase às 5h00.

Os jogadores vão agora integrar os trabalhos das respetivas seleções. Marchesín e Saravia vão para a Argentina e Uribe e Luis Díaz para a Colombia. Em simultâneo vai decorrer o processo disciplinar, que terá, sabe o CM, algumas atenuantes. Mas os jogadores não se vão livrar de pesadas multas. Terão ainda de se retratar perante o grupo . Não está fora de questão o afastamento da equipa por tempo indeterminado.

Uribe diz que foi dormir à meia-noite
"À meia-noite, depois de os meus companheiros irem embora, fui descansar, visto que no dia a seguir não tínhamos treino. A minha esposa e os seus amigos seguiram na reunião porque era no jardim de minha casa". Esta é a versão de Uribe sobre os acontecimentos que ditaram os castigos Marchesín, Saravia, Luis Díaz e dele próprio pelo FC Porto.

"Desculpa é a única palavra que devo dizer neste momento a todas as pessoas que me enviaram mensagens", escreveu o médio nas redes sociais, onde deixou uma garantia: "O meu profissionalismo não deve ser posto em julgamento. Estou 1000 por cento comprometido com o FC Porto e continuará a ser assim. O meu pensamento é dar o melhor de mim".
FC Porto Cindy Álvarez Garcia Uribe Marchesín Luís Díaz Saravia Luis Díaz desporto futebol
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)