Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

“Não gostamos de perder nem a feijões”, diz selecionador nacional

Seleção nacional tem esta sexta-feira em Madrid o primeiro de dois testes antes do início do Euro2020.
Rafael Godinho 4 de Junho de 2021 às 08:38
Cristiano Ronaldo e Sérgio Oliveira no treino de quinta-feira
Cristiano Ronaldo e Sérgio Oliveira no treino de quinta-feira FOTO: Diogo Pinto / FPF
"Não gostamos de perder nem a feijões. É um amigável, mas é um jogo de grande responsabilidade. Se fosse contra o Azerbaijão era a mesma coisa. Estamos a representar o País. Tem de ser um jogo de grande rigor”, disse Fernando Santos, na conferência de antevisão ao particular desta sexta-feira (18h30) diante da Espanha.

Portugal tem o primeiro de dois testes antes do Euro 2020. No Wanda Metropolitano, casa do At. Madrid, a Seleção tem um difícil jogo de preparação. Afinal de contas, vai apanhar na fase de grupos a campeã do Mundo França e ainda a Alemanha. “A Espanha é um teste ótimo para percebermos até que ponto somos capazes de realizar o que queremos e corrigir o que não estiver bem”, analisou o técnico, frisando que uma possível derrota em nada afeta a preparação para o Euro 2020. “Antes do Euro 2016 perdemos frente à Bulgária. Vamos lutar para ganhar. Sei que vai ser um grande jogo. Não sei se haverá equipas melhores tecnicamente do que Portugal”, disse o selecionador, de 66 anos.

Quem pode fazer a estreia esta sexta-feira pela Seleção é Pedro Gonçalves, jogador do Sporting. O melhor marcador do campeonato, com 23 golos, tem dado boas indicações a Fernando Santos. “O jogo irá ditar o que preciso de fazer. Tenho seis substituições para fazer. Não tenho nenhuma programada. O Pedro está aqui porque mostra qualidade. O que tem demonstrado nos treinos é que eu estava completamente certo. Se eu entender que deve jogar, joga e durmo descansado. Se tenho de dar mais minutos porque é novo? Não vamos por aí”, atirou.

Depois do duelo ibérico, Portugal volta a entrar em campo na quarta-feira, em novo particular frente a Israel, no Estádio José Alvalade. A Seleção parte esta sexta-feira às 11h00 para a capital espanhola. Em situação normal, viajaria no dia anterior à partida. A deslocação em dia de jogo tem como objetivo evitar possíveis contágios por Covid-19, que pudessem condicionar a preparação para o Euro 2020. Recorde-se que Gonçalo Guedes ainda recupera da infeção. “Enquanto não estiver negativo, não está pronto para viajar”, disse Fernando Santos.

Espanha Azerbaijão País Fernando Santos Portugal Seleção Pedro Gonçalves desporto futebol
Ver comentários