Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

Nápoles vence, Inter agrava crise com mais uma derrota

Fiorentina de Paulo Sousa tem a primeira vitória no campeonato desde agosto.
23 de Outubro de 2016 às 17:49
Nápoles foi ganhar a casa do Crotone e ascendeu provisoriamente ao terceiro lugar no 'Calcio'
Nápoles foi ganhar a casa do Crotone e ascendeu provisoriamente ao terceiro lugar no 'Calcio' FOTO: EPA
O Nápoles, adversário do Benfica na Liga dos Campeões, venceu este domingo na visita ao Crotone (2-1) na liga italiana de futebol, na qual o Inter Milão, de João Mário, continua a sua 'travessia no deserto'.

Os napolitanos tiveram dois golos de vantagem, marcados por Callejon e Maksimovic ainda na primeira parte, e o adversário (20.º e último no campeonato) só marcou nos instantes finais, aos 89, por Aleaondro Rosi.

A vitória deixa o Nápoles na terceira posição, a quatro pontos da líder e campeã Juventus - que tinha perdido no sábado na visita ao AC Milan (1-0) - e a dois dos milaneses, enquanto a AS Roma  quarta classificada, recebe o Palermo ainda este domingo.

Nesta jornada, a nona, a deceção voltou a ser o Inter, com o ex-sportinguista João Mário a titular, que perdeu em casa da Atalanta e somou o seu quarto jogo sem vencer na Série A: três derrotas (com Atalanta, Cagliari e AS Roma) e um empate (com Bolonha).

A equipa comandada pelo holandês Frank De Boer está 'afundada' no 13.º lugar do campeonato, a dez pontos da Juventus.

Hoje, em Bérgamo, frente ao Atalanta, o Inter viu-se cedo a perder, graças a um golo de Masiello, aos dez minutos, mas no segundo tempo, de livre, ainda empatou por intermédio de Eder, aos 51 minutos.

Muito perto do final, uma grande penalidade agravou a situação da formação do Inter, com o também ex-'leão' Mauricio Pinilla a converter o castigo máximo, aos 88 minutos.

Tendência diferente mostrou a Fiorentina, de Paulo Sousa, que não vencia desde 19 agosto para o campeonato (três empates e uma derrota) e que hoje foi vencer a Cagliari, num jogo em que se viu a perder logo aos dois minutos.

Os da casa contaram com o central português Bruno Alves a titular e, depois do golo madrugador, viveram 20 minutos de pesadelo, com quatro golos sofridos: 'bis' de Kalinic (20 e 40) e de Bernardeschi (26 e 32).

A Fiorentina ainda fez um quinto golo, novamente por Kalinic, 53 minutos) e o Cagliari só pôde atenuar os estragos, com golos de Capuano (62) e Borriello (77).

Na luta por posições europeias Torino e Lazio empataram (2-2), com os da casa a chegarem à igualdade no último minuto, um resultado que deixa as equipas situadas na quinta e sexta posição, respetivamente.
Nápoles Benfica Inter Milão João Mário Juventus Fiorentina Inter Milão Paulo Sousa campeonato itália
Ver comentários