Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

"Níveis de hipocrisia estão a atingir patamares impensáveis": Super Dragões criticam Avante! e pedem reunião com DGS

Claque do FC Porto fala de "discriminação" perante touradas, peregrinações, eventos políticos e praias e diz que quer "fazer parte da solução" para regresso dos adeptos aos estádios de futebol.
Pedro Zagacho Gonçalves 14 de Agosto de 2020 às 13:38
Super Dragões
Super Dragões FOTO: simão freitas

Os Super Dragões emitiram esta sexta-feira um comunicado em que criticam a realização da Festa do Avante!, confirmada esta quinta-feira, referindo "discriminação" perante a proibição, que se mantém, da presença de adeptos nos estádios de futebol portugueses. A claque do FC Porto afirma que "em breve" vai pedir reunião com a Direção-Geral de Saúde, para que se encontre uma solução.

No comunicado, a claque compara o "país onde as touradas se realizam na presença dos seus aficionados, onde os eventos religiosos ocorrem na presença dos seus crentes, onde ainda na semana passada vimos um jantar de um partido com grandes aglomerados de militantes em volta do seu líder, onde há parques aquáticos que se enchem com os seus amantes, onde em pleno Estado de Emergência foi autorizada uma manifestação relativa ao 1.º de Maio, onde as praias estão a abarrotar de veraneantes, onde as portas dos hotéis da capital são palco de aglomerações apenas para ver passar os craques da Champions League", com a realidade de que "apenas o futebol continua à porta fechada, sem a emoção dos seus apaixonados adeptos".

Os Super Dragões referem que "os níveis de hipocrisia estão a atingir patamares impensáveis" e falam em "discriminação" e "marginalização dos adeptos de futebol".

"Em breve, iremos solicitar uma audiência á Direção Geral de Saúde para que possamos fazer parte da solução e nunca do problema. Queremos contribuir activamente na construção de um plano que permita o regresso dos adeptos aos estádios, através das medidas que se entendam adequadas para o efeito.", revelam os Super Dragões.

A claque aproveita ainda para elogiar o presidente do FC Porto, Pinto da Costa, que também se tem insurgido contra a falta de adeptos nas bancada, assim como Pedro Proença, criticando Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica que, dizem os Super Dragões, "continua em silêncio profundo sobre esta matéria, quiçá com receio de que o regresso dos adeptos signifique aumento da contestação à sua liderança".

FC Porto Super Dragões Direção-Geral de Saúde Avante DGS desporto futebol
Ver comentários