Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

Paços de Ferreira vence Belenenses no Restelo (2-0)

Foi o quarto triunfo consecutivo dos castores.
Lusa 30 de Abril de 2016 às 18:18
O Paços de Ferreira somou este sábado o seu quarto triunfo consecutivo na I Liga portuguesa de futebol, ao vencer na visita ao Belenenses, por 2-0, em jogo da 32.ª jornada
O Paços de Ferreira somou este sábado o seu quarto triunfo consecutivo na I Liga portuguesa de futebol, ao vencer na visita ao Belenenses, por 2-0, em jogo da 32.ª jornada FOTO: Mário Cruz/Lusa
O Paços de Ferreira somou este sábado o seu quarto triunfo consecutivo na I Liga portuguesa de futebol, ao vencer na visita ao Belenenses, por 2-0, em jogo da 32.ª jornada.

 

O avançado ganês Barnes, aos 21 minutos, e o médio Pelé, aos 52, marcaram os golos da formação pacense, que subiu provisoriamente ao sexto lugar, com 48 pontos, menos um do que o Arouca, que recebe o Nacional, no domingo.

 

O Belenenses, que somou o terceiro jogo sem vencer, permanece no 10.º lugar, com 37.

 

Os castores dispuseram da primeira grande ocasião de golo, logo nos instantes iniciais, quando o ainda júnior Francisco Afonso, que se estreou pela primeira equipa, assistiu Bruno Moreira, mas o goleador pacense atirou por cima.

 

A resposta dos azuis chegaria pouco depois, com Gonçalo Brandão a acertar no poste, na sequência de um canto cobrado por Tiago Silva, antes de Juanto obrigar Rafael Defendi a defesa apertada, depois de boa combinação ofensiva dos lisboetas.

 

Contudo, o conjunto da 'capital do móvel' acabaria por adiantar-se no marcador, à passagem dos 20 minutos, num lance em que Minhoca ganhou a bola a Gonçalo Brandão e colocou no avançado ganês, que não deu quaisquer hipóteses de defesa a Ricardo Ribeiro.

 

O Paços de Ferreira ganhava aqui um importante estímulo no encontro e só não dilatou a vantagem antes do intervalo, porque o remate de Rodrigo António saiu ligeiramente ao lado.

 

De resto, os castores aproveitaram a desorientação da formação da casa, que só contou com cinco suplentes disponíveis, e aumentaram a contagem no regresso do descanso, por intermédio de Pelé, que surgiu sem marcação dentro da área e não desperdiçou a oportunidade para marcar à sua antiga equipa.

 

A ténue reação do Belenenses chegaria pelos pés de Carlos Martins, num remate por cima, mas o Paços voltaria a ficar muito perto do terceiro, não fosse uma excelente intervenção de Ricardo Ribeiro, a anular as intenções de Rodrigo António.

 

Apesar do jogo menos conseguido, o Belenenses poderia ter reduzido a desvantagem, a 10 minutos do final, mas Miguel Rosa desperdiçou uma flagrante oportunidade que poderia dar outro ânimo aos azuis numa fase decisiva do encontro.

 

 

Paços de Ferreira Restelo Belenenses I Liga desporto futebol
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)