Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
3

Partido "veta" Boateng na seleção da Alemanha

"Pessoas não o querem ter como vizinho", atirou vice-líder da AfD
Leonel Lopes Gomes 29 de Maio de 2016 às 19:50
O alvo do vice-presidente do partido é Jérôme Boateng. O defesa é filho de pai ganês e mãe alemã
O alvo do vice-presidente do partido é Jérôme Boateng. O defesa é filho de pai ganês e mãe alemã FOTO: ABEDIN TAHERKENAREH/EPA
O número 2 do partido de extrema-direita Alternativa para a Alemanha (AfD), Alexander Gauland, está contra a presença de jogadores de origem estrangeira na seleção da Alemanha. O alvo do vice-presidente do partido é Jérôme Boateng. O defesa é filho de pai ganês e mãe alemã.

"As pessoas gostam dele enquanto jogador, mas não querem ter Boateng como vizinho", atirou Gauland, em declarações publicadas este domingo pelo jornal Frankfurter Allgemeine Zeitung.

O jogador do Bayern Munique, que foi peça preponderante na conquista do Mundial por parte da Alemanha em 2014, não é o único atleta "estrangeiro" que o seleccionador germânico, Joachim Low, chamou para a fase final do campeonato da Europa de futebol. Há outros exemplos, casos de Mezut Ozil, do Arsenal, que tem raízes turcas, tal como Emre Can.

Bellarabi, extremo do Bayern Leverkusen, tem ligações a Marrocos, país onde nasceu o seu pai, Khedira, da Juventus, à Tunísia. A mãe de Rudigier nasceu na Serra Leoa, o pai de Leroy Sané é natural do Senegal. 

As declarações de Gauland foram prontamente repudiadas por diversas pessoas. O ministro da Justiça da Alemanha, Haiko Maas, considerou as palavras "sem nível e inaceitáveis". Face à repercussão do caso, o vice-presidente da AfD assegurou que não pretendia insultar Boateng mas apenas dar conta daquilo que pensam alguns cidadãos alemães.

Um dos irmãos do defesa alemã, Kevin-Prince, que também nasceu na Alemanha mas optou por defender a seleção do Gana, respondeu a Alexander Gauland. "Se queres vencer troféus, precisas de pessoas como o meu irmão Jêróme Boateng", disseo médio do Milan.

No início da semana já tinha estalado o verniz quando o movimento anti-islão e anti-imigração Pegida, que tem ligações à AfD, criticou a campanha da Kinder, que colocou imagens de alguns jogadores da seleção alemã quando eram miúdos, entre os quais Boateng, em vez de crianças louras como ocorre habitualmente. 

A Alemanha integra o grupo C do Euro2016, com a Ucrânia, Polónia e Irlanda do Norte, enquanto a Eslováquia disputa o B, com Inglaterra, Rússia e País de Gales


Alemanha Alexander Gauland Jérôme Boateng Mundial Joachim Low Bayern Leverkusen futebol desporto política
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)