Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
6

Paulo Bento: "A motivação de um jogador sobrepõe-se a qualquer tática"

O ex-selecionador português diz que a motivação é o mais importante "independentemente da idade".
28 de Novembro de 2014 às 19:00
Paulo Bento
Paulo Bento FOTO: José Moreira

O ex-selecionador português de futebol Paulo Bento considerou esta sexta-feira que "a motivação de um jogador sobrepõe-se a qualquer tática", lembrando que, "independentemente da idade, quem não tem paixão pelo que faz não vai trabalhar bem".

Numa das primeiras intervenções públicas desde que abanou o comando da seleção lusa, Paulo Bento participou no workshop "Treino de Futebol - Conceções e Práticas", organizado pela Faculdade de Desporto da Universidade do Porto. Perante um auditório repleto, o técnico evitou particularizar a sua experiência como selecionador, generalizando as suas respostas perante as perguntas dos participantes.

"É fundamental um jogador estar motivado e concentrado na tarefa que vai desempenhar no jogo. É algo que se sobrepõe à parte tática, mas claro que nenhuma equipa consegue sobreviver sem organização", considerou o treinador, aplicando esta ideia para todas as idades.

"Tanto os mais novos como os mais velhos, se não estiverem motivados e com prazer, dificilmente vão trabalhar bem onde quer que seja", disse Paulo Bento, acrescentando: "Os jogos ganham-se muitas vezes por questões motivacionais, por atitude e intensidade". O treinador considerou, ainda, que "é um erro pensar que para criar surpresa no adversário é preciso mudar de sistema de jogo", defendendo que "se pode criar surpresa jogando com o mesmo sistema, embora recorrendo a jogadores diferentes".

Paulo Bento tática motivação jogadores
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)