Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
3

Portugal tem mais 23 representantes

Mais de duas dezenas de jogadores com ligações ao nosso país vão estar em ação a partir do próximo dia 14 de junho.
Filipe António Ferreira 27 de Maio de 2018 às 09:31
Fernando Santos
Fernando Santos
Fernando Santos
Fernando Santos
Fernando Santos
Fernando Santos
Fernando Santos chamou 23 jogadores para representar Portugal no Mundial, mas outros tantos vão estar sob especial atenção dos adeptos lusos por jogarem em Portugal ou porque têm vínculos com emblemas portugueses.

Dos outros 23 ‘portugueses’, 16 pertencem a Benfica e FC Porto. De todas as seleções presentes na Rússia, a do México é aquela que mais jogadores com ligações a Portugal tem. Reyes, Herrera, Corona, Layún (todos do FC Porto) e Jiménez (Benfica) são habituais na seleção azteca e vão medir forças com a atual campeã do Mundo, a Alemanha, a Suécia e a Coreia do Norte (grupo F).

O segundo país com mais representantes lusos é a Nigéria. Curiosamente os quatro jogadores têm contrato com clubes portugueses, mas não jogam no nosso país. Chidozie e Ogu (ambos do FC Porto), Etebo (Feirense) e o reforço do Benfica Ebuehi são quatro dos representantes africanos, mas não são os únicos. O egípcio Hassan, avançado do Sp. Braga, também tem viagem marcada para a Rússia.

Na América Latina, são já habituais os selecionados ‘portugueses’. Argentina, Uruguai e Peru contribuem com dois jogadores casa, enquanto a Colômbia vai ter, no Campeonato do Mundo, Quintero, médio que tem contrato com o FC Porto. Do lado das ausências, desde logo a do sérvio Ljubomir Fejsa (Benfica). Rodrigo Battaglia, do Sporting, esteve nos pré-convocados da Argentina, mas acabou por ficar fora dos eleitos de Jorge Sampaoli.

O brasileiro Anderson Talisca (tem contrato com o Benfica) também esteve bem cotado para integrar a lista final do ‘escrete’, mas acabou por ser preterido na lista final do selecionador Tite.

PORMENORES
Amir na lista do Irão
Amir, guarda-redes que representa o Marítimo desde 2016/2017, está na lista do Irão, orientado por Carlos Queiroz para o Mundial da Rússia.

Jovic e Zivkovic
A Sérvia apresentou 27 nomes, entre os quais constam os benfiquistas Zivkovic e Jovic (jogou emprestado esta época no E. Frankfurt). Contudo, ainda podem ficar fora dos eleitos.

Mais dois a trabalhar   
João Moutinho, médio do Monaco, e Gonçalo Guedes, avançado do Valencia, foram as grandes novidades no treino de ontem da seleção nacional, na Cidade do Futebol, em Oeiras. São já dezanove os jogadores à disposição do selecionador nacional, Fernando Santos. Para completar o grupo de 23 que vai representar o País no Campeonato do Mundo da Rússia, faltam ser integrados três jogadores do Sporting: o guarda-redes Rui Patrício, o médio Bruno Fernandes e o avançado Gelson Martins. E falta a estrela maior desta Seleção, o capitão Cristiano Ronaldo. O melhor jogador do Mundo ainda disputou ontem a final da Liga dos Campeões, ao serviço do Real Madrid em Kiev.

No entanto, a sessão de trabalho também ficou marcada pelas ausências dos dois guarda- -redes disponíveis. Beto e Anthony Lopes foram devidamente autorizados a faltar, por motivos pessoais, segundo as informações reveladas pela Federação Portuguesa de Futebol.

De destacar que Raphael Guerreiro, defesa esquerdo do Borussia de Dortmund, já integrou os trabalhos na totalidade, juntando-se aos restantes companheiros.

Nos quinze minutos de treino abertos à comunicação social, Fernando Santos distribuiu os coletes pelos potenciais titulares no jogo de amanhã frente à Tunísia. O selecionador nacional também anda a testar o sistema tático 4x3x3. Assim, de colete estavam Ricardo Pereira, Pepe, Rúben Dias, Cédric, William Carvalho, Adrien Silva, João Mário, Bernardo Silva, Ricardo Quaresma e André Silva, sozinho na frente.
Amir Fernando Santos Bruno Fernandes Cidade do Futebol Portugal Suécia Cristiano Ronaldo Herrera FC Porto
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)