Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
3

Real e Valência empatam

Cristiano Ronaldo falhou uma grande penalidade.
9 de Maio de 2015 às 21:16
Ronaldo falhou uma grande penalidade
Ronaldo falhou uma grande penalidade FOTO: Paul Hanna/Reuters
Cristiano Ronaldo desperdiçou, este sábado, uma grande penalidade no empate 2-2 do Real Madrid com o Valência, um resultado que pode ter comprometido definitivamente as aspirações dos madridistas na Liga espanhola de futebol.

Nem o golo do português Pepe impediu a perda de dois pontos do Real Madrid, que esteve sempre em desvantagem no encontro da 36.ª jornada com o Valência, com André Gomes a titular, e que, a dois jogos do final, ficou a quatro pontos do líder FC Barcelona.

Tudo o que podia correr mal ao Real Madrid na primeira parte correu: aos 19 minutos, Paco Alcácer demonstrou a audácia e a vontade de vencer dos visitantes, fazendo o 0-1 após assistência de José Gayá, aos 25 Toni Kroos saiu lesionado e um minuto depois já o Valência festejava o segundo golo, marcado por Javi Fuego.

Mas a primeira metade de pesadelo dos 'blancos', que tinham Fábio Coentrão no 'onze', ainda ficou pior quando, nos descontos, Cristiano Ronaldo viu Diego Alves negar-lhe o golo, ao defender uma grande penalidade assinalada devido a uma falta de Gayá.

Sob pressão depois da vitória por 2-0 do FC Barcelona frente à Real Sociedad e dos cinco pontos de diferença daí resultantes, o Real Madrid recompôs-se na passagem pelos balneários, mostrando-se uma equipa mais assertiva, mas esbarrando nas defesas do guarda-redes valenciano.

No entanto, nem mesmo um excelente Diego Alves foi capaz de negar o golo a Pepe, que cabeceou com sucesso um canto apontado por James Rodriguez, aos 56 minutos.

Depois de o guarda-redes do Valência voltar a negar um golo a Ronaldo -- o português cabeceou junto ao poste esquerdo, para brilhante defesa do adversário, aos 74 minutos -, o Real Madrid conseguiu finalmente anular a diferença, já depois de Alvaro Negredo desperdiçar duas oportunidades para os visitantes.

Aos 84 minutos, Isco tentou a sua sorte de longe, com um remate a 20 metros da baliza, e a bola acabou certeira nas redes. O encontro acabou sem mais ocasiões flagrantes de golo e com o Real Madrid mais distante do ansiado título de campeão.

Com duas jornadas por disputar, o Real soma 86 pontos, menos quatro do que o FC Barcelona, que pode ter dado o passo decisivo para suceder ao Atlético de Madrid na lista de vencedores do campeonato espanhol.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)