Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

Real falha De Gea e acusa United

Atraso no envio dos documentos não permitiu negócio.
Marco Ferreira 2 de Setembro de 2015 às 08:31
David de Gea vai continuar a jogar pelo Manchester United
David de Gea vai continuar a jogar pelo Manchester United FOTO: Reuters
O Real Madrid emitiu ontem um comunicado oficial em que acusou o Man. United pelo falhanço na transferência de De Gea, guardião de 24 anos, para o emblema espanhol.

Os merengues já tinham acordo com o internacional pela ‘Roja’ e com o clube inglês, mas um atraso no envio da documentação levou a que a transferência fosse abortada (por não ser possível registar o jogador a tempo na plataforma de transferências da FIFA, após as 00h00 de terça-feira). O Real defende que fez "o necessário" para que o negócio se realizasse, mas tal não se concretizou por culpa do emblema de Manchester.

Com a queda do negócio De Gea (que iria custar 40 milhões de euros), caiu também a mudança de Navas, guardião merengue de 28 anos, para a equipa orientada por Louis van Gaal.

Apesar disso, o Real Madrid ainda tem esperanças de que a transferência se concretize e enviou, fora de prazo, o contrato de De Gea para a Liga Espanhola. O clube justificou o envio de toda a documentação com o facto de poder haver "um recurso contencioso da transferência".

Após o comunicado merengue, o United respondeu da mesma forma e defendeu que o negócio não se realizou por culpa do Real que não enviou a tempo os documentos para a FIFA.

Se houver um volte-face e a transferência se realize, De Gea regressa à cidade onde cresceu como jogador. O jovem foi formado nas escolas do Atlético Madrid, de onde saiu em 2011 rumo aos ‘red devils’. Nesse ano, o internacional espanhol disse: "Nem com um cheque em branco vou para o Real Madrid."

Real de Madrid De Gea Manchester United acusação documentos transferência