Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

Revolta com gala da FPF

Esquecimento de José Maria Pedroto e de Pinto da Costa na origem da polémica.
Mário Figueiredo 17 de Janeiro de 2015 às 09:45
FC Porto diz que houve "branqueamento da história" na gala da FPF
FC Porto diz que houve 'branqueamento da história' na gala da FPF FOTO: Diogo pinto

O FC Porto manifestou-se ontem indignado com o que considerou ser um "branqueamento da história" na atribuição dos prémios da Gala Quinas de Ouro da FPF.

A reação dos dragões surgiu através de um comunicado, em que é contestada a ausência de uma referência ao ex-treinador José Maria Pedroto na cerimónia. O FC Porto lembra que Pedroto não só desbravou um caminho no futebol, como foi o "primeiro técnico a conquistar um título internacional na FPF [campeão europeu de juniores em 1961]". Os azuis-e-brancos lamentam ainda "o esquecimento" do presidente portista, Pinto da Costa, que conquistou mais troféus na história do futebol mundial.


O técnico Julen Lopetegui afinou pelo mesmo diapasão, ontem, na conferência de antevisão ao jogo de hoje em Penafiel. "Pedroto mudou o nível dos treinadores em Portugal", disse.

A Gala Quinas de Ouro distinguiu, entre outros, Cristiano Ronaldo (jogador do século), José Mourinho (treinador) e Pedro Proença (árbitro).

fpf revolta gala branqueamento
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)