Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

Rui Vitória espera dificuldades frente ao Vitória de Guimarães

Técnico garante que os 'encarnados' farão tudo para conquistar o troféu.
27 de Maio de 2017 às 19:49
Rui Vitória
Rui Vitória
Rui Vitória
Rui Vitória
Rui Vitória
Rui Vitória
Rui Vitória
Rui Vitória
Rui Vitória
Rui Vitória
Rui Vitória
Rui Vitória
Rui Vitória
Rui Vitória
Rui Vitória
O treinador do Benfica, Rui Vitória, disse este sábado esperar grandes dificuldades diante do Vitória de Guimarães, domingo, na final da Taça de Portugal em futebol, garantindo que os 'encarnados' farão tudo para conquistar o troféu.

Na conferência de imprensa de antevisão ao encontro com os vimaranenses, Rui Vitória não assume o favoritismo para este encontro, tudo porque, para o treinador do Benfica, numa final tudo pode acontecer.

"É uma final. É um jogo que se decide num jogo. Cada jogo tem a sua história e vai ser um jogo com uma envolvência diferente. Pelo que temos feito no campeonato, traz-nos a confiança necessária para o jogo. O mérito está dividido pelas duas equipas", começou por dizer.

Para Rui Vitória, o encontro com os comandados de Pedro Martins será em tudo diferente daquele da 33.ª jornada da I Liga (triunfo do Benfica, por 5-0), que valeu um inédito 'tetra' aos 'encarnados'.

"Uma final tem uma realidade e um contexto muito específico e diferente do campeonato. Nunca nos conformamos com nada. Queremos sempre ir à procura de novas conquistas. Amanhã (domingo), queremos vencer a Taça de Portugal. Sabemos que o Vitória de Guimarães vai querer fazer o mesmo. Espero um jogo muito competitivo. Nunca sabemos o que pode acontecer no jogo. Estamos preparados, estamos prontos para o jogo e queremos muito este troféu", frisou.

Em relação à utilização do vídeo-árbitro na final da Taça de Portugal, Rui Vitória aproveitou para encerrar todas as discussões, explicando o seu ponto de vista.

"Sou a favor de tudo o que beneficie o jogo, os jogadores, os árbitros de baliza, o olho de falcão, etc? Sou o primeiro a aprovar e aceitar para que seja uma realidade. Amanhã (domingo),espero que tudo corra bem. A FPF decidiu, está decidido e assumido. Ponto final. Espero que tudo corra bem", disse o treinador do Benfica.

Segundo Rui Vitória, a sua única questão prende-se com a altura da introdução do vídeo-árbitro: "A minha questão prende-se apenas com o 'timing'. A experiência que se tem feito era em 'semi-live' e amanhã (domingo) vai ser em 'live'. Há uma semana, poderia ter-se feito uma experiência num jogo em 'live' que não tivesse influência na classificação. Se calhar era melhor ter experimentado isso num contexto real", rematou.

Quinze dias depois de ter conquistado o 'tetra', o 36.º título nacional da história do Benfica, Rui Vitória garante que a equipa, neste momento, só pensa na final da Taça de Portugal, até porque a I Liga é já um capítulo encerrado.

"A equipa só teve um foco a partir do momento que centrámos as nossas atenções para esta final", conclui.

Uma ideia confirmada por Salvio, que afiança que o grupo é profissional e sabe no momento certo concentrar-se e trabalhar.

"Somos muito profissionais. Temos um grande grupo de trabalho. Sabemos quando devemos festejar e quando trabalhar. Estamos a vários dias a preparar esta final. Levamos o trabalho muito a sério. É muito importante fazer a 'dobradinha'. Vencemos o campeonato, que era o nosso grande objetivo. Queremos vencer a Taça para dar mais um troféu ao clube", garantiu.

Benfica e Vitória de Guimarães defrontam-se este sábado, às 17h15 horas, no Estádio Nacional, em Oeiras, em jogo da final da Taça de Portugal, que será arbitrado por Hugo Miguel, de Lisboa, com a ajuda do vídeo-árbitro.
Ver comentários