Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

Sérgio Conceição: "Olympiacos vai estar mais fresco”

Técnico portista lançou farpas aos organismos que mandam no futebol português, lembrando que na Grécia se protege os clubes que estão na Europa.
Filipe António Ferreira 27 de Outubro de 2020 às 08:48
A carregar o vídeo ...
Técnico portista lançou farpas aos organismos que mandam no futebol português, lembrando que na Grécia se protege os clubes que estão na Europa.
Sérgio Conceição admite que o FC Porto vai ter muitas dificuldades esta terça-feira à noite (20h00) diante do Olympiacos para a Liga dos Campeões por culpa da qualidade dos gregos, mas também por terem tido mais tempo de descanso.

"Vão estar mais frescos do que nós. São uma equipa experiente e bem orientada por um treinador que conhecemos e que, desde o início [da época], tem sete jogos, sete vitórias. É uma boa equipa e ganhou [1-0] ao Marselha, já para a Champions. Porém, também sabem que vão encontrar dificuldades, porque queremos ganhar o jogo", disse o técnico portista na antevisão da segunda jornada do grupo C da Liga dos Campeões.

Depois, aproveitou para dar algumas indiretas aos organismos que mandam no futebol em Portugal: "A Federação grega protege o Olympiacos nestas competições, pois adiou o importante jogo que teriam com o PAOK, antes de nos defrontar. Isso, por si só, diz muito dessa proteção, desse olhar para a Europa, em que as pessoas têm de comungar da ideia de que assim as equipas se sentem mais frescas, ao contrário de nós, que temos apenas três/quatro dias de preparação", destacou.

Após a derrota com o Manchester City (1-3), o técnico admitiu que este jogo é muito importante para a continuidade da equipa na prova: "Nada fica decidido, mas o jogo tem o seu peso, sem dúvida nenhuma."

Conceição aproveitou ainda para falar sobre o penálti falhado por Uribe no jogo com o Gil Vicente. "Há uma ordem de marcadores de penálti de acordo com o que trabalhamos no treino. O Matheus [Uribe], em dez penáltis faz dez golos no treino. Não fez no jogo… Acontece ao ponta de lança falhar um golo em cima da baliza ou quase dentro da baliza, assim como um defesa ou um guarda-redes cometerem um erro. Errar faz parte do jogo. Eu também erro muito", concluiu.

Público volta ao dragão
O jogo desta noite entre o FC Porto e o Olympiacos fica marcado pelo regresso de público às bancadas do Estádio do Dragão. Algo que já não acontecia desde o dia 7 de março último, quando os portistas receberam o Rio Ave, em jogo da Liga que terminou empatado (1-1). A lotação, contudo, está limitada. O recinto tem capacidade para 50 033 espectadores, mas apenas poderá ser presenciado por 7,5 por cento deste total, ou seja, 3750 pessoas.

Ontem, na conferência de imprensa de antevisão do jogo, o treinador Sérgio Conceição comentou o assunto. "É com muito gosto que vejo o regresso do público. Mas peca por tardio. Olhando para o que tem sido o panorama em alguns eventos com público e não de forma tão segura como num estádio..."

Também Corona comentou o tema. "Estamos felizes por voltar a ver o Dragão com adeptos. Temos de dar uma boa resposta para essas pessoas, também".

A venda de bilhetes decorreu sob apertadas regras. São nominais e intransmissíveis e quem os compra tem de preencher um inquérito.

PORMENORES
Dar tempo aos reforços
"Dentro do que é o pouco tempo que temos de treino e o pouco tempo de alguns dos reforços, uns mais do que outros, temos de dar tempo. Temos de incluí-los dentro da equipa e fazê-los sentirem-se confortáveis", disse Sérgio Conceição.

Otávio e Luis Díaz
O técnico portista ainda não sabe se pode contar com Otávio e Luis Díaz para o embate com o Oympiacos: "Estão ainda em dúvida, Não são lesões graves, exatamente por isso esta dúvida até à hora do jogo."
Ver comentários