Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
3

Sporting exige 7,6 milhões a ex-dirigentes

Luís Duque, Godinho Lopes, Carlos Freitas e Nobre Guedes são os visados.
Octávio Lopes 10 de Outubro de 2014 às 08:23
Luís Duque, Godinho Lopes e Carlos Freitas lideravam o futebol do Sporting em 2011
Luís Duque, Godinho Lopes e Carlos Freitas lideravam o futebol do Sporting em 2011 FOTO: Fernando Ferreira

A Sporting SAD exige uma indemnização de 7,6 milhões de euros a Godinho Lopes, Luís Duque, Carlos Freitas e Nobre Guedes, em três ações judiciais que, na quarta-feira, deram entrada na Instância Central de Lisboa (Palácio da Justiça). O CM sabe que os processos cíveis contra o ex-líder da SAD e os ex-administradores têm que ver com a renovação de Izmailov e as contratações de Jeffrén e Rodríguez, em 2011.


No caso do médio russo, o Sporting já informou que os antigos dirigentes tomaram uma decisão "carecida de racionalidade empresarial". A SAD apontou como justificações, entre outros itens, que Izmailov tinha "problemas físicos recorrentes", que o rendimento desportivo "desaconselhava" a renovação (quatro épocas) e que a situação financeira da SAD  não permitia despender uma verba superior a 6,8 milhões de euros.


Quanto a Jeffrén, o clube de Alvalade acusou Godinho Lopes, Luís Duque, Nobre Guedes e Carlos Freitas de violarem "culposamente os deveres de diligência e cuidado a que estavam obrigados", ao terem procedido à contratação (5 épocas) sem o jogador ter sido "previamente examinado pelo departamento médico". A SAD frisou que, nos dois anos em que jogou de verde-e-branco, o extremo espanhol "esteve a maior parte do tempo indisponível" e que a contratação envolveu mais de 13 milhões de euros.

Em relação ao central Rodríguez (assinou por quatro anos), a SAD diz que os antigos dirigentes não respeitaram a "prática empresarial" que deve ser privilegiada nas sociedades que gerem o futebol, ao contratarem um atleta com "debilidades físicas", num processo que custou quase dois milhões de euros. E que mesmo depois de terem sido alertados pelo departamento médico para o "perfil lesional recorrente" do jogador avançaram com o negócio. O peruano esteve 1 época em Alvalade: participou em 13 jogos e foi operado aos músculos da perna direita.

sporting antigos dirigentes
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)