Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

"Tinha um amor ao FC Porto que ultrapassava o normal": Pinto da Costa reage à morte de Fernando Gomes

Presidente dos dragões desaba em lágrimas ao recordar Fernando Gomes.
Record 26 de Novembro de 2022 às 16:40
Pinto da Costa
Pinto da Costa
Pinto da Costa já reagiu à morte de Fernando Gomes e, na hora de recordar o Bibota, não aguentou e desabou em lágrimas. O presidente portista falou aos microfones do Porto Canal no intervalo do jogo da equipa de hóquei em patins do FC Porto, que defronta o Óquei de Barcelos, esta sábado, no Dragão Arena.

"Deixou-nos um dos maiores portistas que conheci em toda a minha vida. Desde menino que o conheci nas camadas jovens e ele tinha um amor ao FC Porto que ultrapassava o normal. Toda a vida teve grandes êxitos, esteve ligado aos maiores êxitos do FC Porto, foi campeão nacional na era Pedroto, quando eu era diretor de futebol, foi campeão europeu em 1987, venceu a Taça Intercontinental de 1987 também e foi, sobretudo, um apaixonado pelo futebol, pela vida e pelo FC Porto", referiu o presidente dos dragões. 

"Tive a honra de estar ligado à sua vida pessoal e desportiva. Como presidente, o primeiro ato que tive, em 1982, foi resgatá-lo ao Sp. Gijón onde estava cedido para o FC Porto, para a carreira gloriosa que teve. Felizmente ainda tive a oportunidade de no ano passado lhe entregar o Dragão de Ouro como dirigente do ano, porque ele além do grande atleta que foi, do grande portista, era neste momento também dirigente e eu tinha muita honra em tê-lo a fazer parte", concluiu Pinto da Costa.
Óquei FC Porto Bibota Fernando Gomes Canal desporto
Ver comentários
C-Studio