Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto

Treinador sofre de síndrome de Guillain-Barré

Óscar Tabárez, selecionador do Uruguai, com carreira em risco.
13 de Julho de 2016 às 18:17
O técnico poderá estar de saída do comando técnico da selecção uruguaia, que ainda não se pronunciou sobre a situação
O técnico poderá estar de saída do comando técnico da selecção uruguaia, que ainda não se pronunciou sobre a situação FOTO: dr
O seleccionador do Uruguai, Óscar Tabárez, está a viver um drama pessoal. O treinador sofre da síndrome de Guillain-Barré.
Trata-se de uma doença auto-imune que "ataca" o sistema muscular das pernas, troncos e braço podendo, ainda, afetar as funções respiratórias e cardíacas.

Os movimentos ficam afectados de forma voraz e podem paralisar os membros.

Na última edição da Copa América de futebol, que decorreu nos EUA, Tabárez, de 69 anos, deslocou-se com o auxílio de um carro eléctrico e em diversos momentos utilizou uma bengala. Desde 2011, que o experiente treinador está a lutar contra a doença e já foi operado para tentar minimizar os efeitos da doença.

De acordo com o site Ovación, o técnico poderá estar de saída do comando técnico da selecção uruguaia, que ainda não se pronunciou sobre a situação.

A síndrome de Guillain-Barré afeta 47 em cada 100 mil pessoas em todo o mundo. 

Em agosto e setembro, a equipa uruguaia vai defrontar a Argentina e o Paraguia, dois jogos relativos ao apuramento para o Mundial da Rússia. 

Uruguai Óscar Tabárez Copa América desporto futebol
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)