Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

Varandas conta 'espingardas' para as próximas eleições no Sporting

Presidente espera onda de apoio para ganhar embalo na recandidatura. Votação dos sócios no dia 23 é um momento decisivo.
João Moniz 14 de Outubro de 2021 às 08:53
Frederico Varandas dramatizou o discurso após o chumbo das contas.
Frederico Varandas dramatizou o discurso após o chumbo das contas. FOTO: Vítor Chi

Ainda que não o assuma publicamente, Frederico Varandas já está a contar espingardas para as próximas eleições no Sporting, entre março e abril do próximo ano. 

O presidente leonino, apurou o CM, está consciente de que a oposição já está a preparar-se nos bastidores e pretende, também ele, ganhar embalo para o ato eleitoral. A assembleia geral (AG) do próximo dia 23 (data da receção ao Moreirense, para Liga) será um momento decisivo. Varandas vê na reunião magna do clube a oportunidade de ser criada uma onda de apoio que favoreça a recandidatura.

No passado dia 30 de setembro, quando foram chumbadas as contas do clube (sem a SAD incluída) relativas às duas épocas anteriores e o orçamento para 2021/22, o líder sportinguista dramatizou o discurso. Não só pela reprovação em si - que aconteceu pelo segundo ano consecutivo - mas também por entender que os sócios devem dar um sinal claro do que pretendem para o futuro.

Com a aprovação dos citados relatórios na AG de dia 23, cuja convocatória será esta quinta-feira divulgada, Varandas entende que a sua visão para o clube a longo prazo irá ser reforçada.

PORMENORES

"Não deve ser refém"
"O Sporting não deve ser refém desta nem de qualquer outra minoria", disse Frederico Varandas depois de ter formalmente pedido à Mesa da Assembleia Geral a AG extraordinária.

Adversários à vista
Nuno Sousa, do movimento Sou Sporting, é candidato anunciado às próximas eleições. Miguel Albuquerque e Ricardo Oliveira estão a ponderar avançar.

Champions pode influenciar AG
Nas vésperas da assembleia geral de dia 23, o Sporting tem em Istambul, frente ao Besiktas, no dia 19, um jogo decisivo para a Champions. Direção e equipa técnica estão conscientes do impacto, junto dos adeptos, de um desaire.

Sou Sporting Frederico Varandas AG Champions desporto futebol Presidente eleições
Ver comentários