Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
2

Americano rei em Elvas na Volta a Portugal

Scott McGill foi o mais forte no sprint e ganhou a 1ª etapa.
Luís Oliveira 6 de Agosto de 2022 às 09:20
Scott McGill (Wildlife Pro Cycling) deixou para trás os restantes ciclistas
Scott McGill (Wildlife Pro Cycling) deixou para trás os restantes ciclistas FOTO: PEDRO SARMENTO COSTA/ lusa
O ciclista norte-americano Scott McGill (Wildlife Pro Cycling) venceu esta sexta-feira ao sprint a 1ª etapa da Volta a Portugal 2022, que ligou Vila Franca de Xira a Elvas. A tirada ficou marcada pelo intenso calor, normal nesta altura no Alentejo, e por uma queda a dois quilómetros da meta, o que levou a que o sprint só fosse disputado por três dezenas de ciclistas. Como a queda já foi nos últimos três quilómetros, os ciclistas envolvidos ficaram com o mesmo tempo do vencedor.

O grande protagonista da etapa mais longa da prova (193,6 km) foi o ciclista ribatejano João Macedo (LA Alumínios), que fugiu ao pelotão logo ao segundo quilómetro e tinha como objetivo vencer as duas contagens de 4ª categoria da tirada. Conseguiu levar a fuga à primeira, mas foi apanhado pelo pelotão a apenas dois quilómetros da segunda contagem, que viria a ser ganha por Hugo Nunes (Radio Popular-Paredes-Boavista) - e que agora enverga a camisola de líder da montanha.

Rafael Reis (Glassdrive) mantém a camisola amarela e esta sexta-feira foi o aguadeiro, com muito serviço, da sua equipa. O favorito Mauricio Moreira (Glassdrive) foi esta sexta-feira terceiro e mantém-se em segundo na geral, a nove segundos do líder.

Este sábado corre-se a segunda etapa, que tem a particularidade de começar em território espanhol - vai ligar Badajoz a Castelo Branco (181,5 km).
Elvas Scott McGill Vila Franca de Xira Wildlife Pro Cycling Glassdrive Alentejo desporto ciclismo
Ver comentários
C-Studio