Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

Antigo assessor da Federação Internacional de Atletismo irradiado por corrupção

Lamine Diack deverá responder por "corrupção ativa e passiva", "branqueamento de capitais e crime organizado".
9 de Setembro de 2019 às 17:43
Lamine Diack
Lamine Diack
Lamine Diack
Lamine Diack
Lamine Diack
Lamine Diack
O ex-assessor do antigo presidente da Federação Internacional de Atletismo (IAAF), Habib Cissé, foi irradiado pelo Comité de Ética, no âmbito do caso de corrupção que abalou o organismo mundial.

O Comité de Ética da IAAF anunciou ainda que o antigo conselheiro de Lamine Diack, presidente do organismo entre 1999 e 2015, foi multado em 22.612 euros, após ter infringido o código de ética e de integridade da entidade que regula o atletismo mundial.

A justiça francesa pretende levar a julgamento o senegalês Lamine Diack, ex-patrão do atletismo mundial, e o seu filho Papa Massata Diack, suspeitos de atos de corrupção, para encobrimento de casos de 'doping'.

Lamine Diack deverá responder por "corrupção ativa e passiva", "branqueamento de capitais e crime organizado", num processo que envolve mais quatro pessoas além do seu filho.
Comité de Ética da IAAF Habib Cissé Lamine Diack desporto atletismo
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)