Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto

Kaminskaya e Alexis olham para os 16 primeiros

Nadadores portugueses com discurso ambicioso para o Rio2016.
Lusa 4 de Agosto de 2016 às 20:51
Kaminskaya, de 20 anos, faz igualmente a sua estreia nos Jogos Olímpicos e aponta os mesmos objetivos para os 400 metros estilos
Kaminskaya, de 20 anos, faz igualmente a sua estreia nos Jogos Olímpicos e aponta os mesmos objetivos para os 400 metros estilos FOTO: DAVID EBENER/EPA
Victoria Kaminskaya e Alexis Santos disseram, esta quinta-feira, que têm como objetivo um lugar entre os 16 primeiros nos 400 metros estilos no Rio de Janeiro, prova na qual querem bater os respetivos recordes nacionais.

"As expetativas e o objetivo é chegar lá, fazer o meu melhor e conseguir o recorde pessoal, que é o nacional no caso dos 400 estilos. Ambiciono um lugar nos 16 primeiros, por isso, se chegar lá e fizer o meu recorde pessoal e garantir o acesso ao 16 primeiros já era um objetivo cumprido", referiu.

À margem da cerimónia do hastear da bandeira portuguesa na zona internacional da Aldeia Olímpica, o recente medalha de bronze nos 200 metros estilos nos Europeus diz que esse resultado traz "mais ambição, mais motivação", mas que prefere "estar com os pés assentes na terra" e que só "se chegar à meia-final" pensará numa possível final.

"[Final?] Objetivo não é, mas impossível é nada. Objetivamente não vou lá a pensar na final", assegurou o nadador de 24 anos, até porque "muda muito de um Europeu para uns jogos", onde "todos os melhores atletas do mundo estão na sua melhor forma de sempre".

Kaminskaya, de 20 anos, faz igualmente a sua estreia nos Jogos Olímpicos e aponta os mesmos objetivos para os 400 metros estilos

"Os objetivos são tentar melhorar o meu recorde pessoal e nacional e daí um 16.º lugar seria ótimo para mim. Os 400 estilos é final direta e estar dentro dos 16 finais seria uma meia-final", admitiu a atleta, para quem chegar a uma final "vai ser complicado".

Para a nadadora "tem sido maravilhoso" estar na Aldeia Olímpica, afirmando que tem "aprendido muito" com os atletas mais velhos que "dão confiança".

"Ainda não senti aquele nervosismo, mas está-se a aproximar o dia da prova e aí se calhar vou ter um bichinho maior, mas agora não sinto", referiu a atleta da Escola São João de Brito, para quem os Jogos já eram um objetivo antigo, tendo falhado a presença em Londres2012 "por pouco".

Victoria Kaminskaya revelou ainda que já viu alguns dos seus ídolos da natação, como a norte-americana Katie Ledecky, campeã olímpica e recordista mundial, com quem tirou uma foto, esperando aí cruzar-se com Michael Phelps, o atleta mais medalhado da história olímpica.

"Já o vi na piscina e ele estava a treinar e não o quis distrair, mas, quando tiver oportunidade, vou tentar [tirar uma fotografia]", referiu.

Ver comentários