Katarina Larsson, a viking que conquistou o novo presidente do Sporting

Atleta e gestora, veio para Portugal em 2004 e ingressou no clube dos leões em 2010.
Por J.C.M.|12.09.18

"Loira, alta, muito, alta, muito faladora. Sou uma Viking em Portugal". Assim se descreve a si própria a namorada de Frederico Varandas, o novo presidente do Sporting. O antigo responsável clínico do futebol leonino namora há vários meses com Katarina Larsson, triatleta nascida na suécia que representa o Sporting desde 2010.

Corria o ano de 2004 quando a jovem Katarina Larsson recebeu um convite inesperado. Licenciada em gestão, a sueca trabalhava na pacata cidade de Lund, perto de Malmö, a cidade onde nasceu.  Aos 20 anos, a jovem desportista licenciada em gestão começava a carreira na  empresa Tetra Pak – a companhia que revolucionou as embalagens e é líder de mercado em todo o mundo.

A empresa tem uma sucursal em Portugal e Catarina foi convidada a vir trabalhar para o escritório de Carnaxide. Numa entrevista concedida à Sporting TV, em 2016, Katrina conta essa primeira experiência em terras lusitanas: "Fui convidada para ir trabalhar para Portugal. Vim cá durante o Euro 2004, Portugal tinha acabado de ganhar à Espanha e estava uma loucura instalada. Pensei, se calhar gostava de vir para aqui".

Os primeiros tempos não foram fáceis. "Quando vim para Portugal não sabia uma palavra de português. Ia ao supermercado e tinha de apontar para as coisas. Perguntava se falavam inglês e diziam que sim, mas depois desatavam a falar português".

Katarina rouxe da Suécia a mesma vontade de fazer desporto. Jogou basquetebol, fez atletismo e montou a cavalo na juventude, mas depois apostou no ciclismo. Aos 24 anos, já em Portugal, começou a fazer triatlo. E foi em 2010 que recebeu outro convite que lhe mudou a vida: O Sporting ‘recrutou-a’ para se juntar à equipa de ciclismo, e a sueca nunca mais saiu.

Larsson nunca foi atleta profissional, o que a obriga a esticar ao máximo as horas do dia. "Acordo às seis da manhã e vou fazer o primeiro treino do dia, que é natação. Depois vou trabalhar e, quando saio, faço mais um treino de duas horas.

O esforço tem-lhe rendido muitos títulos. Três vezes campeã da Europa de triatlo, coleciona títulos nacionais e internacionais de ciclismo, duatlo e aquatlo. No seu site, destaca também as distinções que recebeu do Sporting: três vezes vencedora do Stromp, ganhou também os troféus ‘Rugido de Leão’ e ‘Atleta do Ano’.

"Vivo muito o Sporting, o clube é como se fosse uma família", explica à Sporting TV a sócia que fez questão de votar nas eleições do último sábado. Discreta na relação que mantém com Frederico Varandas, apareceu na noite da vitória do namorado para o felicitar pela vitória nas eleições.

Os dois vivem juntos na Linha de Cascais mas as vidas intensas que ambos levam dão-lhes pouco tempo de convívio. Fã de bandas como Metallica ou Slipknot, tem Vanessa Fernandes como modelo de inspiração. Nunca pensou em optar entre a carreira ou o desporto.

"Isto exige disciplina, mas nunca escolheria entre uma coisa e outra. Para mim não há sacrifício. Estou muito feliz por tudo o que experimentei como triatleta. As pessoas adoráveis que conheci, os momentos fantásticos, tudo isso faz valer a pena", contou entrevista a um jornal sueco. Feliz em Portugal - tem representado o país em várias provas internacionais de ciclismo e triatlo -, não faz planos de voltar a casa tão cedo. Faz 34 anos em dezembro e espera continuar a brilhar no desporto.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!