Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

Kris Boeckmans diz que quase morreu seis vezes

Ciclista caiu na Volta à Espanha.
12 de Dezembro de 2015 às 09:10
Kris Boeckmans sofreu uma violenta queda na Volta a Espanha há mais de três meses
Kris Boeckmans sofreu uma violenta queda na Volta a Espanha há mais de três meses FOTO: Getty Images

O ciclista belga Kris Boeckmans, que sofreu uma violenta queda na Volta a Espanha há mais de três meses, conta que escapou à morte seis vezes, mas já começou a treinar com a sua equipa.


"Hoje, eu sei a sorte que tenho. Foi dez vezes pior do que foi relatado pela imprensa. Quase morri seis vezes", contou o 'sprinter' da Lotto Soudal ao jornal belga Het Nieuwsblad, enumerando os momentos que se seguiram à queda coletiva em Múrcia.


"A primeira foi a queda em si, depois quando enrolei a língua e tinha hemorragias nos pulmões, depois quando decidiram não me levar para um dos dois hospitais locais e optaram por ir para um hospital universitário. A vez seguinte foi quando eu precisava de oxigénio e eles tinham exatamente a unidade de que eu precisava - só havia nove em Espanha - e mais uma vez quando o aparelho foi acidentalmente desligado. Mais 12 horas e eu teria coágulos nas veias. Isto dá muito que pensar", descreveu o corredor.


Boeckmans, de 27 anos e com contrato até 2017, ainda não sabe quando poderá voltar a competir, mas para já está em Maiorca, Espanha, concentrado no estágio da equipa, que prometeu prestar-lhe apoio total ao longo do processo de recuperação, depois de um acidente quase fatal.


"Nos últimos dias, pedalei duas horas e meia e mais uma com o resto da equipa. E consigo fazê-lo sem ficar completamente exausto para o resto do dia. A questão é se tudo vai ser como antes. Francamente, não sei. Mas fiz um grande progresso e isso é bom sinal.

Inicialmente, falava-se em regressar à competição no próximo mês de dezembro [2016]. Depois passou para junho e agora dizem maio", afirmou.

Kris Boeckmans Volta à Espanha ciclismo
Ver comentários