Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
6

Marc Márquez com dez cenários para revalidar título

Espanhol pode sagrar-se bicampeão do Mundo de Moto GP já neste fim de semana.
10 de Outubro de 2014 às 09:20
Márquez lidera a tabela dos pilotos, com 292 pontos, mais 75 do que Dani Pedrosa
Márquez lidera a tabela dos pilotos, com 292 pontos, mais 75 do que Dani Pedrosa FOTO: Toru Hanai/Reuters

O motociclista espanhol Marc Márquez (Honda) pode sagrar-se bicampeão do Mundo de MotoGP já neste fim de semana, no Grande Prémio do Japão, e até tem dez cenários possíveis em que tal pode acontecer.

A quatro provas do fim do Mundial (portanto, com um máximo de 100 pontos em disputa), Márquez lidera a tabela dos pilotos, com 292 pontos, mais 75 do que o seu compatriota e companheiro de equipa na Honda, Dani Pedrosa, e mais 78 do que o italiano Valentino Rossi (Yamaha), sete vezes campeão do Mundo. Mais atrás, mas ainda (matematicamente) na luta pelo título, está o espanhol Jorge Lorenzo (Yamaha).

O cenário mais simples é o da vitória no GP do Japão. Se Márquez ganhar em Motegi (Japão) soma a 12.ª vitória (em 15 corridas) nesta época e não depende de mais ninguém para celebrar logo ali o bicampeonato (sendo o mais jovem piloto a consegui-lo na história da principal disciplina do motociclismo de velocidade).

Por outro lado, se ficar em segundo ou em terceiro, o espanhol 'apenas' tem de ficar à frente de Dani Pedrosa e Valentino Rossi. Um cenário de alguma dificuldade, uma vez que nas três corridas que Márquez não ganhou este ano (República Checa, São Marino e Aragão), Pedrosa ganhou um e Rossi outro.

Caso termine em quarto no Japão, Márquez tem de ficar à frente de Pedrosa e esperar que Rossi não consiga melhor do que um terceiro lugar.

Contas complicam-se

A partir daqui, as contas complicam-se ainda mais. Assumindo que Márquez fica em quinto, então Pedrosa tem de ficar em sexto e Rossi não pode fazer melhor do que um quarto lugar. O cenário da sexta posição de Márquez é semelhante: Pedrosa em sétimo e Rossi em quarto ou pior.

Se ficar no oitavo posto, Márquez tem de conjugar com os resultados de Pedrosa e Rossi (Pedrosa atrás dele e Rossi em quinto ou pior), mas também tem de levar em conta Jorge Lorenzo, que não pode ganhar.

Se Márquez ficar entre o oitavo e o 11.º lugar, terá de esperar que Pedrosa não fique à sua frente, Rossi não consiga ficar três lugares à sua frente e Jorge Lorenzo não obtenha a vitória.

Num cenário de Márquez a concluir a prova entre o 12.º e o 15.º lugar (o último pontuável), o cenário é o mesmo do anterior, mas aí já Lorenzo não pode fazer melhor do que um terceiro lugar.

Caso nem Márquez nem Pedrosa pontuem, então Rossi tem de ficar abaixo do 14.º posto e Jorge Lorenzo tem de ficar fora do pódio.

O último cenário implica que os quatro pilotos em luta não pontuem no Japão, uma vez que assim Marc Márquez ficaria com os mesmos 75 pontos de vantagem (o equivalente a três vitórias) nas três últimas provas, revalidando o título por ter o maior número de primeiros lugares esta época.

O GP do Japão está agendado para domingo, começando a corrida de MotoGP às 6h00 (hora de Lisboa).

Marc Márquez Honda Moto GP
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)