Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
4

Pimenta com prata ao peito

Canoísta conseguiu melhor resultado de sempre para Portugal em K1 1000.
João Pedro Óca 27 de Agosto de 2017 às 09:15
Fernando Pimenta
Fernando Pimenta
Fernando Pimenta
Fernando Pimenta
Fernando Pimenta
Fernando Pimenta
Fernando Pimenta
Fernando Pimenta
Fernando Pimenta
Fernando Pimenta
Fernando Pimenta
Fernando Pimenta
Fernando Pimenta
Fernando Pimenta
Fernando Pimenta
Depois do bronze, a prata e o ouro ali tão perto. Fernando Pimenta sagrou-se vice-campeão do Mundo de K1 1000 metros em canoagem, em Racice (República Checa), e atingiu o melhor resultado da história nacional na categoria.

"É a alegria da medalha, de ser vice-campeão do Mundo e a angústia de não ter conseguido ser campeão. Fiquei a 239 milésimas do ouro. Tenho a certeza de que eu e o meu treinador fizemos o possível para um bom resultado", disse o canoísta de 28 anos, bicampeão da Europa, que já tinha conquistado o 3.º lugar nos Mundiais de 2015 (Milão).

Este sábado, acabou atrás do alemão Tom Liebscher e à frente do checo Jozef Dostal.

"Só a partir dos 500 metros vi que estava alguém ao meu lado, o checo. Tentei acelerar para tentar forçar, pois sabia que ele podia ser mais rápido no fim. Nos metros finais ganhei-lhe terreno, tentei dar o máximo e não desequilibrar. Infelizmente não me apercebi do atleta alemão", disse Pimenta, que conquistou a sétima medalha para Portugal em Mundiais (já leva 69 na carreira), e já pensa na final de K1 5000, hoje.

Teresa Portela foi 7ª na final de K1 500 e qualificou-se para a final de K1 200, também hoje.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)