Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
2

Sporting apresenta projeto Sporting Olympics

Gabinete irá apoiar os atletas para JO do Rio e de Tóquio.
22 de Fevereiro de 2016 às 18:01
Bruno de Carvalho discursa durante a apresentação do projeto
Bruno de Carvalho discursa durante a apresentação do projeto FOTO: Vítor Chi
O Sporting apresentou esta segunda-feira o projeto Sporting Olympics, gabinete olímpico dos 'leões', que conta com 38 atletas de nove modalidades, tendo como principal objetivo dar apoio na preparação para os Jogos do Rio de Janeiro e de Tóquio.

O gabinete, que começou a ser desenvolvido no final de 2014, tem como principal objetivo garantir as melhores condições de treino e acompanhamento médico a alguns atletas do Sporting que estejam envolvidos em modalidades olímpicas, de modo a que se dediquem exclusivamente ao treino.

Para o presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, a criação do gabinete surge com o intuito de "reconhecer o esforço" dos atletas, salientando o trabalho que a sua direção tem vindo a fazer em prol das modalidades.

"Não haverá no mundo um clube tão eclético como o Sporting, viemos de uma altura complicada, o Sporting esteve para deixar de ser um clube eclético, esteve à beira de fechar as suas modalidades, esteve no limiar de se tornar apenas um clube de futebol. O projeto não está criado só por causa do Rio, mas sim para o reconhecimento do esforço que os atletas têm trazido para o clube", afirmou.

COP satisfeito com o projeto
Na cerimónia que decorreu no auditório Artur Agostinho, no estádio José Alvalade, o líder dos 'leões' deixou também uma mensagem para os atletas do Sporting que não integram o projeto, explicando que a sua inclusão depende apenas de si próprios.

"Tudo fizemos para que o Sporting conseguisse trazer para si cada vez mais modalidades e isto é importante para que todos os atletas tenham a perfeita noção. O nosso prazer não é ter 38 atletas, mas sim todos, e isso está nas vossas mãos, esforço, mente e vontade. Os atletas fazem parte da minha família, chamam-me presidente adepto, eu chamo presidente, ponto final", sublinhou.

Já José Manuel Constantino, presidente do Comité Olímpico de Portugal (COP), mostrou-se feliz por um projeto que poderá fazer com que os atletas estejam ao "mais elevado nível".

"Quando um clube se organiza internamente para a preparação desportiva para os Jogos Olímpicos, naturalmente que só me posso dar como satisfeito e felicitar o clube por isso. Trata-se de um clube cuja história se cruza com a história olímpica portuguesa (...). A minha expetativa é de que a iniciativa possa juntar meios, vontades e recursos aos das federações e Comité para que os atletas que representam Portugal possam estar ao mais elevado nível", salientou.

O presidente do COP aproveitou ainda a oportunidade para elogiar Bruno de Carvalho, que na sua ótica "está a escrever uma parte da história do Sporting, bem como do movimento olímpico em Portugal".

Já Vicente Moura, vice-presidente do Sporting para as modalidades, elogiou a iniciativa, que conta com "um número de atletas fantástico", considerando o Sporting "o maior clube português e um dos mais ecléticos do mundo".
Ver comentários