Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

Substância banida melhorava desempenho sexual

Meldonium já foi detetado em 172 controlos antidoping.
18 de Abril de 2016 às 18:07
Medicamentos
Medicamentos FOTO: Valda Kalnina / EPA
O cientista letão Ivars Kalvinsin, que desenvolveu o meldonium, assegurou esta segunda-feira que os atletas masculinos tomaram a substância recentemente banida para melhorar o seu desempenho sexual.

O meldonium, habitualmente recomendado para doenças cardíacas, foi proibido do desporto em 2016, tendo já sido detetado em 172 controlos antidoping, entre os quais o da tenista russa Maria Sharapova.

Kalvinsin afirmou que os atletas tomavam meldonium "não como um potenciador do desempenho desportivo, mas para melhorar o seu desempenho sexual".

Na última semana, a Agência Mundial Antidopagem (AMA) afirmou que os atletas podem a vir a ser ilibados, caso a presença do meldonium no seu organismo seja diminuta.

A substância meldonium ficou conhecida recentemente, quando a antiga líder do 'ranking' mundial de ténis Maria Sharapova revelou ter acusado um controlo positivo para este medicamento no decorrer do Open da Austrália.

Desenvolvida na década de 1970 na antiga União Soviética, a substância servia para proteger células cardíacas, sendo, sobretudo, comercializada nos países de leste, com o objetivo de melhorar a resistência.
Maria Sharapova Agência Mundial Antidopagem meldonium
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)