Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
2

Veloso mais líder no Alto da Torre

Espanhol em boa posição para repetir triunfo de 2014.
Pedro Carreira 7 de Agosto de 2015 às 08:49
Gustavo Veloso celebrou no pódio a manutenção da camisola amarela, símbolo da liderança na Volta a Portugal.  O vencedor da ‘Grandíssima’ no ano de 2014 está a três etapas de repetir a vitória do último ano
Gustavo Veloso celebrou no pódio a manutenção da camisola amarela, símbolo da liderança na Volta a Portugal. O vencedor da ‘Grandíssima’ no ano de 2014 está a três etapas de repetir a vitória do último ano FOTO: José Coelho / LUSA

Gustavo Veloso (W52- -Quinta da Lixa) deu na quinta-feira um passo de gigante rumo à vitória final na Volta a Portugal em bicicleta. O ciclista espanhol, vencedor da edição do ano passado, foi segundo classificado na etapa-rainha – com a extensão de 171,3 quilómetros e que terminou com a ascensão ao Alto da Torre, na serra da Estrela.

A tirada foi ganha pelo compatriota e colega de equipa Delio Fernández, o mais forte nos derradeiros metros, contrariando assim a vantagem de Jóni Brandão (Efapel) e Rui Sousa (Radio Popular-Boavista) – os dois portugueses estavam isolados na frente da corrida à entrada para o último quilómetro, mas acabaram por ser alcançados. Veloso e Fernández consolidaram assim a liderança na classificação geral. De resto, a W52- -Quinta da Lixa não permitiu grandes aventuras aos adversários mais diretos.

A vitória de quinta-feira foi celebrada com especial alegria por Delio Fernández, que em 2014 tinha sido ‘forçado’ a aguardar pelo chefe de fila, Gustavo Veloso, precisamente na etapa que acabou com a subida à Torre: na altura, o ciclista galego estava numa posição privilegiada para ganhar a tirada e assumir a liderança.

Hoje, cumpre-se a oitava e antepenúltima etapa da Volta a Portugal, que deverá ser decidida ao sprint.

Veloso alto da torre espanhol Delio Fernández