Correio da Manhã

A vela da 'mãe' Dolores não iluminou Ronaldo no jogo frente ao Irão
Foto Direitos Reservados
Foto Direitos Reservados
Foto Direitos Reservados
Dolores Aveiro
Foto Getty Images
Dolores Aveiro em Cannes
Foto Getty Images
Dolores Aveiro em Cannes
Foto Getty Images
Dolores Aveiro em Cannes
Foto Getty Images
Dolores Aveiro em Cannes
Por Patrícia Bento | 09:15
  • Partilhe
Dolores Aveiro tem cumprido a tradição de acender uma vela pela seleção nacional.

Dolores Aveiro, assim como todo o resto do clã, é crente em Deus e na ajuda divina.

A mãe de Ronaldo não raras vezes acende uma vela para proteger o filho dentro das quatro linhas. Segundo avança o jornal Marca, este é um ritual que dura há vários anos e que a matriarca da família Aveiro faz questão de cumprir antes de cada jogo do internacional português.

Quando Cristiano Ronaldo vai jogar, com a camisola da seleção nacional vestida, Dolores acende uma vela à Virgem Maria e pede para que o filho seja iluminado e protegido durante o tempo que está em campo. Foi o que aconteceu recentemente, antes do jogo de Portugal frente ao Irão, que garantiu o apuramento da equipa portuguesa para os oitavos de final.

De resto, a mãe do melhor jogador do mundo partilhou nas redes sociais que se deslocou a um local de fé para colocar uma vela pelo filho. Consigo foi Cristianinho, o filho mais velho de CR7, que fez questão de ir vestido com as cores da Seleção.

No entanto, desta vez, a ajuda não esteve na totalidade do lado de Ronaldo, uma vez que durante o jogo frente ao Irão, Cristiano falhou um penálti, e esteve perto de ver um cartão vermelho.

Contudo, a fé que ilumina a família Aveiro é grande, e espera–se que Dolores continue a cumprir com o ritual, que até agora tem sido positivo para os campeões europeus. Sempre lado a lado com a família, a matriarca do clã Aveiro reza por todos, e é uma mãe e avó sempre muito presente.

Siga o CM no Facebook.

  • Partilhe
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE