Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundial 2022

Operador de imagem da BBC impedido de entrar em estádio no Qatar por usar relógio com bracelete arco-íris

Caso foi denunciado por jornalista no Twitter.
Correio da Manhã 26 de Novembro de 2022 às 14:15
Operador de imagem da BBC impedido de entrar em estádio no Qatar por usar relógio com bracelete arco-íris
Operador de imagem da BBC impedido de entrar em estádio no Qatar por usar relógio com bracelete arco-íris FOTO: Twitter/Natpirks

Um operador de imagem da BBC foi impedido de entrar no estádio Al Bayt, onde esta sexta-feira ia decorrer o Inglaterra-EUA, por estar a usar um relógio com uma bracelete com as cores do arco-íris.

O caso foi denunciado na rede social Twitter pela jornalista da BBC Sports Natalie Pirks.

"Acabei de chegar ao estádio Al Bayt para o jogo de Inglaterra e o meu operador de imagem, que usava um relógio com uma bracelete arco-íris que o filho lhe tinha dado, foi parado pelo segurança e impedido de entrar. Claramente, a mensagem da FIFA não está a passar", escreve a jornalista, numa publicação acompanhada por uma imagem do relógio em causa.

Numa publicação posterior, Natalie Pirks informou que a equipa acabou por conseguir entrar no estádio após ter sido encaminhada para uma fila destinada a quem estivesse a ter problemas com a segurança.

Nos últimos dias têm sido reportados vários casos idênticos, de adeptos que têm sido proibidos de entrar nos estádios por terem consigo objetos com o arco-íris, associado ao apoio à comunidade LGBT. Chapéus, braçadeiras e bandeiras estão entre os objetos que têm sido confiscados.


Mundial2022 Qatar desporto futebol Inglaterra
Ver comentários
C-Studio