Correio da Manhã

Uma Taça com brinde e muito rigor para a Alemanha
Foto Reuters
Foto Reuters
Foto Reuters
Foto Reuters
Foto Reuters
Foto Reuters
Por Mário Figueiredo | 08:41
  • Partilhe
Marcelo Díaz perdeu uma bola em zona proibida e germânicos não perdoaram.

Uma perda de bola infantil do chileno Marcelo Díaz (20’) permitiu a Stindl fazer o golo que garantiu a vitória da Alemanha na 10ª edição da Taça das Confederações que ontem terminou na Rússia.

Os chilenos entraram com tudo. Praticaram bom futebol e conseguiram relegar a Alemanha para tarefas defensivas. A pressão sobre a bola e a velocidade imposta causaram grandes problemas aos alemães.

Contudo, a perda de bola de Marcelo Díaz em zona proibida (à entrada da área) após a pressão de Werner deitou tudo a perder.

Na etapa complementar, o rigor dos germânicos foi decisivo. Frios a defender e velozes no contra-ataque. Os chilenos precipitaram-se com futebol direto e remates de longa distância sem nexo. O guarda-redes Ter Stegen ainda negou golos a Vidal, Vargas e Alexis Sánchez. O futebol são 11 contra 11 e no final ganha a Alemanha e, ontem, até ganhou uma... Alemanha B.

Siga o CM no Facebook.

  • Partilhe
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE