Barra Cofina

Correio da Manhã

Domingo
8
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já

Ciência da paixão: É preciso muita química para explicar o amor

Borboletas no estômago, coração acelerado, sorriso de orelha a orelha. Mas é no cérebro que nasce o amor.
Marta Martins Silva 7 de Agosto de 2022 às 01:30
Exclusivos
Ciência da paixão
Ciência da paixão FOTO: Direitos Reservados
O amor até pode ser fogo que arde sem se ver, mas o cérebro humano topa-o à distância, até porque são os compostos químicos que atuam sobre o corpo humano que transmitem as sensações que associamos ao amor. Não queremos com isto retirar a magia daquilo que o dicionário define como o ‘Sentimento que induz a aproximar, a proteger ou a conservar a pessoa pela qual se sente afeição ou atração’ e a que os poetas ao longo dos séculos foram dedicando a sua arte, apenas olhar para o amor de uma perspetiva científica.



Sentimento David Marçal Helen Fisher ciência e tecnologia questões sociais saúde
Ver comentários
Hoje nas bancas
Capa do Dia
A primeira página do Correio da Manhã e o acesso ao e-paper Ver todas as
primeiras páginas

Clube CM+ Conheça todas as vantagens e produtos exclusivos para os assinantes do Correio da Manhã

As crianças vão adorar! Ganhe um kit completo do filme "DC Liga dos Super Pets"

Ver Mais

Fique a conhecer Muhammad Ali e Rosa Parks, ativistas determinados que marcaram os séculos XX e XXI. Faça já download do 11º volume de "30 Figuras Inspiradoras do Nosso Tempo".

Ver Mais

Fique a conhecer Marie Curie e Albert Einstein, cientistas brilhantes que marcaram os séculos XIX e XX. Faça já download do 10º volume de "30 Figuras Inspiradoras do Nosso Tempo".

Ver Mais

Guia das mais famosas Festas & Romarias de Portugal. Uma viagem maravilhosa às tradições mais populares. Portes Incluídos.

Ver Mais

Escapada ZEN: Estadia com Pequeno-Almoço no Hotel Rural A Coutada em Peniche, com opção de Visita ao Jardim Buddha Eden ou Jantar desde 22€!

Ver Mais