Barra Medialivre

Correio da Manhã

Domingo
6
Siga o CM no WhatsApp e acompanhe as principais notícias da atualidade Seguir
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já

O “poema” preferido de António Arnaut

Em 1978, um dos motivos da rutura entre o PS e o CDS, no primeiro Governo bipartidário, foi o SNS. O diploma seria depois aprovado, no Parlamento, com os votos do PCP e da UDP. Mas, quando devia ser aplicado, o novo executivo era PSD-CDS-PPM.
Fernando Madaíl 3 de Dezembro de 2023 às 01:30
Conteúdo exclusivo para Assinantes Assine já Se já é assinante faça LOGIN
Exclusivos
Serviço Nacional de Saúde
Serviço Nacional de Saúde
Serviço Nacional de Saúde
Ao garantir: "Não se trata de uma utopia", António Arnaut assumia como "ponto de honra" a criação do Serviço Nacional de Saúde (SNS), no discurso em que apresentou ao parlamento, a 7 de fevereiro de 1978, o programa do Ministério dos Assuntos Sociais (juntava a Saúde e a Segurança Social) do II Governo Constitucional (PS-CDS).



Ver comentários
Hoje nas bancas
Capa do Dia
A primeira página do Correio da Manhã e o acesso ao e-paper Ver todas as
primeiras páginas
C-Studio