Correio da Manhã

Portugal paga mil milhões de euros de juros para emitir dívida a 10 anos
Foto Getty Images
Notas
Foto d.r.
Os juros da dívida soberana portuguesa estão esta segunda-feira a aliviar nas maturidades de dois e dez anos
Foto Pedro Catarino
Os juros da dívida de Portugal estão esta segunda-feira descer no prazo de dez anos e a subir a dois e cinco anos
11:20
  • Partilhe
Os custos desceram na emissão de obrigações com maturidade mais longa e baixaram nos títulos com prazo mais curto.

No regresso ao mercado de dívida depois da pausa de Verão, o IGCP emitiu mil milhões de euros em títulos de dívida a 10 e 5 anos, tendo suportado um custo de financiamento mais elevado para colocar as obrigações de maturidade mais longa.

O instituto que gere a dívida do Estado colocou 672 milhões de euros em obrigações do Tesouro com maturidade em 17 de Outubro de 2028 (10 anos), com uma "yield" de 1,854%. Em julho tinha emitido títulos desta linha com uma taxa de juro de 1,727%, que era a segunda mais baixa de sempre na emissão de títulos a 10 anos.

Apesar da taxa ligeiramente mais alta, a procura foi mais forte, tendo ascendido a 2,32 vezes a oferta, o que compara com o rácio de 2,02 vezes registado na emissão de julho.

Na emissão de títulos com maturidade em 25 de outubro de 2023 (cinco anos), o IGCP colocou 328 milhões de euros. A "yield" ficou em 0,647%, o que compara com a taxa de 0,746% suportada na última emissão comparável, realizada em Junho. A procura também foi forte, ascendendo a 3,76 vezes a oferta (2,7 vezes na emissão de Junho).

A última emissão de dívida a cinco anos aconteceu a 13 de junho, quando o tesouro colocou 412 milhões de euros e pagou uma taxa de 0,746%, substancialmente acima da "yield" suportada na emissão comparável realizada em maio (0,529%).

PUBLICIDADE



Siga o CM no Facebook.

  • Partilhe
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE