Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
9

Dívida: Juros exigidos a Portugal sobem ligeiramente a 5 e 10 anos

Os juros exigidos pelos investidores para negociarem a dívida soberana portuguesa estão esta sexta-feira pressionados a 5 e 10 anos nos 13,536 por cento e 11,724 por cento, respectivamente, enquanto na Grécia avançam para os 29,647 e 23,564 por cento cada.
23 de Setembro de 2011 às 10:36

Os analistas referiram que os mercados investidores "estão mais confiantes", depois de terem conhecido que os Estados Unidos se congratularam com o compromisso entre os países da zona euro, que saiu da reunião do G20, em Washington,  em que se vão adoptar as medidas necessárias para assegurar a estabilidade  económica e financeira da Europa.  

Na quinta-feira, às 08H40, os juros pedidos pelos investidores para  financiar a dívida soberana nacional no mercado secundário, na maturidade  a 5 e 10 anos, situavam-se a 13,531 por cento e a 11,706 por cento, respectivamente. 

Por sua vez, na Grécia, à mesma hora, os juros de hoje desciam para  29,601 por cento, no prazo a 10 anos e mantinham-se praticamente inalterado,  nos 23,564 por cento a cinco anos, quando na quinta-feira seguiam, em ambos  os prazos, nos 29,647 e 23,563 por cento.  

No caso de Portugal, na maturidade dos dois anos, os investidores estão  a pedir juros superiores pelas obrigações nos 17,504 por cento, contra os  17,478 por cento do dia anterior.  

Na Grécia, os juros neste prazo estão também a subir para os 66,629  por cento, quando na quinta-feira eram exigidas pelos investidores taxas  de 66,515 por cento.  

Taxas de juro dívida Portugal Grécia banca
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)