Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
7

Sete comboios da Linha do Sado suprimidos até às 8 horas

Os sete comboios da Linha do Sado previstos para esta quinta-feira, até às 8h00, foram suprimidos devido às greves dos maquinistas e dos revisores, revelou a porta-voz da CP, prevendo que a paralisação seja total.
28 de Junho de 2012 às 09:15
Os sete comboios da Linha do Sado previstos para esta quinta-feira, até às 8 horas, foram suprimidos devido às greves dos maquinistas e dos revisores
Os sete comboios da Linha do Sado previstos para esta quinta-feira, até às 8 horas, foram suprimidos devido às greves dos maquinistas e dos revisores FOTO: d.r.

A porta-voz da CP, Ana Portela, disse à agência Lusa que, devido às greves anunciadas por várias organizações sindicais, "não foram realizados os sete comboios que estavam previstos para a Linha do Sado até às 8 horas".

De acordo com a mesma fonte, esta quinta-feira  não deve realizar-se qualquer um dos 57 comboios previstos.

O Sindicato Nacional de Maquinistas dos Caminhos de Ferro Portugueses (SMAQ) e o Sindicato Ferroviário da Revisão Comercial e Itinerante (SFRCI) apresentaram o pré-aviso de greve aos feriados - nacionais e municipais - do mês de Junho, o que inclui o feriado municipal de quinta-feira no Barreiro.

"A greve decorre com a paralisação total dos comboios na linha do Sado e prevemos que não haja circulação de comboios até ao fim do dia", afirmou à Lusa o presidente do sindicato dos maquinistas, António Medeiros.

A circulação ferroviária na Linha do Sado deverá estar normalizada na sexta-feira de manhã.

Transportesgreves Comboios
Ver comentários