Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia

11 milhões em multas a arguidos do BPP

Onze responsáveis foram condenados.
2 de Novembro de 2013 às 19:46
O fundador do banco, João Rendeiro, é um dos arguidos
O fundador do banco, João Rendeiro, é um dos arguidos FOTO: Pedro Elias

O Banco de Portugal vai aplicar coimas no valor de 11 milhões de euros a 11 responsáveis do BPP, entre os quais o fundador, João Rendeiro. Os arguidos dispõem agora de um prazo de 15 dias úteis para impugnarem judicialmente a decisão.

O Banco de Portugal "foi a primeira entidade a concluir os processos de natureza sancionatória que instaurou e a condenar os respetivos responsáveis por factos praticados no âmbito do BPP", sublinha em comunicado a entidade liderada por Carlos Costa.

Os 11 responsáveis foram condenados por infrações ao Regime Geral das Instituições de Crédito e Sociedades Financeiras (RGICSF), ainda de acordo com o comunicado do Banco
de Portugal.

Banco de Portugal milhões BPP
Ver comentários