Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
8

120 protestaram em Lisboa

Cerca de 120 operários da Partex/IFM, de Tomar, protestaram ontem frente aos ministérios da Economia e do Trabalho, em Lisboa, pedindo uma solução para o futuro da empresa.

26 de Maio de 2009 às 00:30
Os trabalhadores dizem que a empresa tem encomendas
Os trabalhadores dizem que a empresa tem encomendas FOTO: Paulo Cunha

Vários representantes dos funcionários foram recebidos pelos assessores do secretário de Estado da Indústria, tendo garantido que o Ministério está a analisar o processo.

Segundo Aquilino Coelho, do Sindicato da Construção e Madeiras do Sul, "os assessores transmitiram que o processo está a ser analisado" "Qualquer solução tem de passar pelos accionistas da empresa, pelo Estado e pela banca", disseram na reunião.

A empresa está parada desde Abril e iniciou recentemente um processo de lay-off. Segundo os sindicalistas, o ministro do Trabalho, Vieira da Silva, garantiu ontem que vai fiscalizar a redução laboral.

VERBAS: 5 MILHÕES DE EUROS

A Partex precisa de cinco milhões de euros para continuar a laborar. A empresa está parada por não ter dinheiro para comprar matéria-prima.

  

 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)