Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
3

1,5 milhões de euros com bens penhorados

A portuguesa Alpha Global espera faturar 1,5 milhões de euros na revenda de bens penhorados de empresas com dificuldades em pagar os créditos à banca, disse o administrador Pedro Almeida, em entrevista à Lusa.
17 de Março de 2013 às 13:49

Automóveis, buldózeres, fornos industriais ou camiões porta-máquinas são alguns dos ativos com que a empresa trabalha, fazendo desde a sua recolha até ao restauro e venda.

Segundo o administrador da empresa, a Alpha Global trabalha com os principais bancos que operam em Portugal e tem como objetivo "maximizar" para os bancos o valor dos bens cujos créditos entraram em incumprimento e que foram penhorados.

O responsável explicou que a empresa junta vários serviços que atualmente estão dispersos no mercado e faz desde a recolha do bem, até ao restauro e à venda, o que permite "uma poupança ao nível de custos". Para isso, tem uma rede de empresas subcontratadas a que recorre para assegurar de uma forma integral a realização dos serviços pretendidos pelos clientes, em qualquer que seja o local de Portugal.

Pedro Almeida acrescentou que a Alpha Global trabalha com bens provenientes de qualquer tipo de empresa, contudo, "a maioria dos ativos que tem recolhido e processado são oriundos de pequenas e médias empresas".

Para além do mercado doméstico, a empresa quer trabalhar com mercados emergentes e já tem contactos com Angola, Moçambique, Brasil e Médio Oriente, para onde espera poder começar a vender bens em breve.

Apesar de ainda estar no início, a Alpha Global já negociou em cerca de 100 bens, sobretudo automóveis, e este ano espera, assim, obter uma receita de 1,5 milhões de euros.

Alpha Global bens penhorados 15 milhões de euros
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)